Diferenças entre edições de "Português/Termos essenciais/Sujeito"

410 bytes adicionados ,  18h20min de 15 de setembro de 2008
Em língua portuguesa, o sujeito pode ser classificado como:
 
* '''Expresso''' ou '''Determinado''': aquele que está óbvio, claro, identificável presente na oração
** O '''macaco''' faz poses para as fotos
* '''Simples''': quando o sujeito da oração possui somente um núcleo
** '''''Pink Floyd''' e '''Super-tramp''''' são ótimos conjuntos musicais.
** '''''Maria''' e '''João''''' riam.
 
Assim, quando é possível identificar que ''existe um sujeito'' e é possível identificar ''quem é esse sujeito'', este se classifica como '''sujeito determinado'''.
 
{{aviso|É comum que confunda-se um sujeito simples no plural com um sujeito composto. O fato de o núcleo estar no plural não o faz ser "mais que um". Exemplos:
**Almoça-se bem no porão.
{{aviso|Sujeito indeterminado e oculto são classificações '''distintas'''; não devem ser confundidas, pois.}}
 
Portanto, quando através do contexto da oração é possível ''identificar que existe um sujeito'', porém ''não se pode identificar quem é esse sujeito'', nem quantos são, o sujeito chama-se '''indeterminado'''.
 
=== Indeterminação ===
205

edições