Diferenças entre edições de "Civilização Egípcia/Antigo império/Dinastias do Antigo Império 3 e 4"

m
 
 
'''*Khufu (Hórus que fere)'''
 
*Mâneton o chama Suphis II
-------------
*Lista de reis - Khufu, Khufuf
*Ele se tornou conhecido entre nós como Queóps seu nome grego
 
Embora seu avô Djoser Netjeriket e seu pai Sneferu, sejam lembrados como governantes benevolentes e misericordiosos, Heródoto registra Queóps como um governante cruel e tirânico. <br>
'''Khufu''' – ou ''Queóps'' como o conhecemos, também era chamado pelos gregos Cheops. Foi o faraó que mandou construir a Grande Pirâmide de Gizé. <br>
Heródoto, que escreveu histórias e comentários sobre o Egito, por volta de 450 a.C. séculos após o reinado de Queóps, diz que o faraó, arrastou o país a todo tipo de sofrimento, fechou os templos, obrigou a todos a trabalharem para si. Diz que os egípcios nem gostavam de mencionar o nome do faraó, tão grande era seu ódio por ele. No papiro Westcar ele também é mencionado como cruel. . <br>
[[Image:Khufu.JPG|thumb|200px|left|Queóps]]
Escritos contemporãneos rotulam Queóps como um rei mau. Escritos mais tardios citam-no como alguém que ignorava os deuses, o que é uma acusação muito séria de acordo com os padrões egípcios, afinal o faraó era a divina presença do deus na terra. . <br>
Embora seu avô Djoser Netjeriket e seu pai Snefru, sejam lembrados como governantes benevolentes e misericordiosos, Heródoto registra Queóps como um governante cruel. O nome Hórus de Queóps era Medjedu e seu nome completo de nascimento era Khnum-Khufu, que significa '''o deus Khnum me protege.''' Khnum era considerado o deus local de Elefantina, perto da primeira catarata do Nilo e foi ele quem criou a humanidade em sua roda de oleiro, além de ser o responsável pelas inundações do Nilo. <br>
Pode ter sido por isso que todas as representações do rei foram destruídas, ele foi deliberadamente apagado para a posteridade após a sua morte. . <br>
O seu vizir Hemiunu foi o arquiteto da grande pirâmide. <br>
É curioso observar, que, apesar da magnífica pirâmide que construiu e das maravilhosas mobílias fúnebres descobertas, pertencentes à mãe do faraó, rainha Hetepheres, a única figura que temos de Queóps é uma pequenina estatueta esculpida em marfim. . <br>
A esposa principal de Queóps foi ''Merityotes''. Ela e duas outras esposas foram sepultadas em uma das três pirâmides subsidiárias, que ficam ao sul do templo mortuário da grande pirâmide. Queóps teve muitos filhos, de acordo com o papiro Westcar, e embora tenha construído o maior e mais duradouro dos monumentos, não temos quase nada sobre o seu reinado. <br>
Essa pequena estátua foi encontrada por ''Flinders Petrie'' em 1903 em Abidos e pertenceu a Queóps porque possui o nome Hórus do faraó inscrito ao lado de sua mão direita. Apesar de seu tamanho, os detalhes tão nítidos tornam fácil reconhecer a expressão do rei. Ele usa a Coroa Vermelha (do baixo Egito) e segura o mangual na sua mão direita. . <br>
Heródoto, que escreveu histórias e comentários sobre o Egito, por volta de 450 a.C. séculos após o reinado de Queóps, diz que o faraó, arrastou o país a todo tipo de sofrimento, fechou os templos, obrigou a todos a trabalharem para si. Diz que os egípcios nem gostavam de mencionar o nome do faraó, tão grande era seu ódio por ele. No papiro Westcar ele também é mencionado como cruel.<br>
Também foi encontrada uma grande cabeça de granito que alguns acham pode ter pertencido a uma estátua de Queóps. As datas conferem (final da 3ª dinastia e inicio da dinastia 4), os olhos apertados, o nariz protuberante e a boca realmente se parecem com os da pequena estátua de marfim. Porém não há nada que a identifique com segurança, ela pode ter pertencido a Huni, o último rei da 3ª dinastia. . <br>
É curioso observar que, apesar da magnífica pirâmide que construiu e das maravilhosas mobílias fúnebres descobertas, pertencentes à mãe do faraó, rainha Hetepheres, a única figura que temos de Queóps é uma pequenina estatueta esculpida em marfim. <br>
SuaO múmia nuncavizir foide encontradaQueóps eHemiunu não se sabe se algum diafoi o sarcófago localizado na câmara do reiarquiteto da grande pirâmide foi usado.
A esposa principal de Queóps foi ''Merityotes''. Ela e duas outras esposas foram sepultadas em uma das três pirâmides subsidiárias, que ficam ao sul do templo mortuário da grande pirâmide. Queóps teve muitos filhos, de acordo com o papiro Westcar, e embora, como se acredita que ele tenha construído o maior e mais duradouro dos monumentos, não temos quase nada sobre o seu reinado. . <br>
Parece que houve poucas ameaças durante na fase em que reinou, embora a presença egípcia no Sinai e na Núbia fosse mantida. Queóps prosseguiu com a política expansionista iniciada por seu pai e estendeu as fronteiras do Egito de modo a incluir o Sinai e o alto Egito, além de manter o comércio com a Síria ao norte e a Núbia ao sul. . <br>
Sua múmia nunca foi encontrada e não se sabe se algum dia o sarcófago localizado na câmara do rei da grande pirâmide foi usado. . <br>
 
 
-------------
 
 
'''Djedefre''' – ele foi o terceiro faraó da quarta dinastia e é considerado filho de Queóps com uma esposa menor, vinda da Líbia. Sabe-se que ele foi o primeiro rei a adotar junto do nome '''Filho de Ra'''. <br>
2 904

edições