Português/Termos essenciais/Sujeito: diferenças entre revisões

5 bytes adicionados ,  20h55min de 23 de março de 2009
(adição (exemplo movido de O que é sujeito:?))
 
*'''Oculto''' (ou '''elíptico'''): quando o sujeito não foi deixado explícito (está implícito), mas pode ser deduzido a partir do contexto (observa-se o verbo), por isso, também chamado de sujeito determinado implícito na desinência verbal.
**Viajaste ante-ontemanteontem. → o verbo ''viajaste'' está conjugado na 2ª pessoa do singular (''tu''), este é o sujeito oculto.
**Eu sou inteligente / e sou sensato. (a barra está a dividir as duas orações) → o sujeito da primeira oração está explícito, e o segundo pode ser deduzido a partir do verbo ''sensatosou'' (o sujeito é ''eu'').
 
*'''Indeterminado''': quando o agente da ação verbal não é indicado
#quando o verbo é utilizado na 3ª pessoa <u>do plural</u> (eles), não havendo indicação a nenhum agente que tenha sido citado em orações anteriores
#*Em casa ''olhavam''-no [ele] com rancor.
#com verbo ativo na 3ª pessoa <u>do singular</u>, junto aoà partícula indeterminativa ''se''
#*Em Roraima vive-se com saúde.
#com o verbo no infinitivo impessoal
#*É bom ''ler'' um livro sobre a cultura do povo amazonidaamazónio/amazônio.
 
Obs: Nem sempre a construção de verbo na 3ª pessoa mais se resulta em sujeito indeterminado. O pronome "se" é partícula indeterminativa se for colocado após verbos intransitivo, verbos de ligação, verbos de transitivo indireto. Caso haja a construção de verbo transitivo direto mais "se", neste caso o se é partícula apassivadora e a oração passa a ter um sujeito paciente e a voz verbal passiva sintética. Ex vende-se esta casa.
Utilizador anónimo