Santos católicos/Biografias: diferenças entre revisões

5 217 bytes adicionados ,  22 de fevereiro de 2010
Acrescentei santos.
[edição não verificada][edição não verificada]
(Incluí informações.)
(Acrescentei santos.)
[[File:Basílica NSra Aparecida.JPG|center|290px|thumb|Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida do Norte, São Paulo, Brasil]]
[[File:Imagem NSra Basílica.JPG|center|280px|thumb|Imagem de Nossa Senhora Aparecida]]
NOSSA SENHORA DA CANDELÁRIA: se refere à passagem bíblica que descreve a purificação de Maria quarenta dias após o nascimento de Jesus. Conforme a lei judaica, Maria foi ao Templo de Jerusalém para realizar esta cerimônia. Neste momento, um velho chamado Simeão tomou Jesus nos braços e profetizou que aquela criança seria ''luz para aclarar os gentios''. Daí nasceu o culto a Nossa Senhora da Luz. Como as procissões em honra a Nossa Senhora da Luz costumam apresentar velas carregadas pelos fiéis, a imagem também recebe os nomes de Nossa Senhora das Candeias e Nossa Senhora da Candelária. Também é chamada de Nossa Senhora da Purificação. É a padroeira das Ilhas Canárias, na Espanha, e da cidade brasileira de Curitiba. Segundo a lenda, uma imagem de Nossa Senhora da Candelária apareceu nas Ilhas Canárias no século XV, antes da chegada dos espanhóis. O povo nativo se surpreendeu ao constatar que a imagem era iluminada por velas sustentadas por mãos invisíveis. Mais tarde, os jesuítas espanhóis que chegaram ao lugar constataram que a imagem era uma representação de Nossa Senhora da Candelária, que se tornou então a padroeira dessas ilhas.<ref>http://www.dith.cm.nom.br/oracoes/candelaria/candelaria.htm</ref>
[[File:Candelaria BW 2.JPG|center|330px|thumb|Nossa Senhora da Candelária, em Tenerife, Ilhas Canárias, Espanha]]
No início do século XVII, um casal de espanhóis se dirigia ao Rio de Janeiro quando o barco ''Candelária'' em que viajavam foi atingido por forte tempestade. O casal então prometeu erguer uma ermida em honra a Nossa Senhora da Candelária caso conseguissem escapar com vida. Como conseguiram chegar sãos e salvos ao Rio de Janeiro, o casal ergueu a ermida na cidade, ermida esta que foi a primeira igreja construída na cidade e que viria a ser o embrião da atual Igreja de Nossa Senhora da Candelária.
[[File:Candelaria2.jpg|center|200px|thumb|Igreja de Nossa Senhora da Candelária, no Rio de Janeiro, Brasil]]
Por volta de 1650, existia uma capela dedicada a Nossa Senhora da Luz, perto do Rio Atuba, no Paraná, Brasil. Os devotos notaram que a imagem mantinha um persistente olhar em direção a um pinheiral (na língua tupi falada cotidianamente, ''curitiba'') próximo. Os devotos então se dirigiram ao pinheiral, que era habitado pelos índios caingangues. Surpreendentemente, os colonos foram recebidos amigavelmente pelos índios e seu cacique ''Araxó'' ("Gralha Branca") lhes ofertou o local para construírem uma cidade. No local, a atual Praça Tiradentes, em Curitiba, foi posteriormente erguida a Catedral de Nossa Senhora da Luz.<ref>http://ocatolicismo.wordpress.com/2008/01/18/nossa-senhora-da-luz-padroeira-de-curitiba/</ref>
[[File:Metropolitan Cathedral 2 Curitiba Brasil.jpg|center|200px|thumb|Basílica de Nossa Senhora da Luz, Curitiba, Brasil]]
NOSSA SENHORA DA GLÓRIA: este título de Maria corresponde ao momento em que ela é recebida gloriosamente no Céu, após sua morte, e passa a reinar sobre o Céu e a Terra. Sua festa é no dia 15 de agosto.<ref>http://minhaprece.com/n-sra-gloria/histria-da-nossa-senhora-da-glria/</ref>
[[File:GloriaChurch-Rio-CCBY.jpg|center|300px|thumb|Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, no Rio de Janeiro, Brasil]]
[[File:Maringa cathedral byGteramatsu.JPG|center|200px|thumb|Catedral de Nossa Senhora da Glória, em Maringá, Paraná, Brasil]]
NOSSA SENHORA DA PENHA DE FRANÇA: corresponde a uma imagem de Nossa Senhora achada pelo monge francês Simão Vela em uma montanha na província espanhola de Salamanca chamada Penha de França, no século XV. O monge havia sonhado, cinco anos antes, que uma imagem de Nossa Senhora estava enterrada em uma montanha e, desde então, se pôs a procurá-la. Quando a encontrou, construiu uma ermida no local para abrigá-la.
 
Mais tarde, uma igreja dedicada a Nossa Senhora da Penha de França foi construída em Portugal. Um devoto certa vez subiu até a igreja, no alto de um morro, e dormiu lá, pois estava cansado da subida. Mas foi despertado por um lagarto a tempo de proteger de uma cobra que estava quase atacando-o. Por esta razão, muitas vezes a imagem de Nossa Senhora da Penha de França aparece acompanhada de um peregrino, uma cobra e um lagarto.
[[File:Peña de Francia desde La Alberca.JPG|center|200px|thumb|Penha de França, em Salamanca, Espanha]]
[[File:Santuario Peña de Francia.JPG|center|200px|thumb|Santuário de Nossa Senhora da Penha de França, em El Cabaco, Salamanca, Espanha]]
[[File:Santuario Peña de Francia, interno.JPG|center|320px|thumb|Interior do Santuário de Nossa Senhora da Penha de França]]
NOSSA SENHORA DAS DORES: também chamada Nossa Senhora da Piedade, da Soledade, das Angústias, das Lágrimas, das Sete Dores, do Calvário ou do Pranto. O nome refere-se às sete dores sofridas por Maria e descritas nos Evangelhos. Algumas estátuas de N. S. das Dores apresentam uma ou mais espadas perfurando seu peito, o que é uma referência à primeira de suas dores, quando Simeão prediz que ''uma espada traspassará sua alma'' (Lc 2,35). Outras estátuas apresentam Maria chorando aos pés de Jesus na cruz, ou segurando o corpo de Jesus nos braços após a crucificação.
 
Seu dia é o 15 de setembro. É a padroeira da Eslováquia, do Mississipi, de Juazeiro do Norte, de Limeira e de outras cidades.
<ref>ALVES, J. B. ''Os Santos de Cada Dia''. 7ª edição. São Paulo: Edições Paulinas, 1990.pp.522-523</ref>
[[File:Aleijadinho - Nossa Senhora das Dores-1.jpg|center|250px220px|thumb|Nossa Senhora das Dores, em estátua do escultor brasileiro Aleijadinho, do séc. XVIII]]
NOSSA SENHORA DE COPACABANA: no século XVI, em uma localidade chamada Copacabana, às beiras do Lago Titicaca, na Cordilheira dos Andes, um descendente da família real inca, Francisco Tito Yupanqui, colocou no altar da igreja local uma imagem de Nossa Senhora da Candelária fabricada por ele mesmo. Tal imagem ganhou a fama de produzir muitos milagres e foi declarada santa padroeira da Bolívia em 1925.<ref>http://copacabana.com/sracopa.shtml</ref><ref>http://www.legiomariae.kit.net/Canais/maria2.htm#BOLÍVIA</ref>
[[File:Church of copacabana.jpg|center|200px|thumb|Igreja de Nossa Senhora de Copacabana, em Copacabana, Bolívia]]
No século XIX, uma réplica da imagem foi instalada na Igreja de Nossa Senhora de Copacabana, no Rio de Janeiro, Brasil, dando nome ao famoso bairro e à famosa praia. A igreja viria a ser demolida para a construção do Forte de Nossa Senhora de Copacabana, no início do século XX.<ref>http://www.copacabana.com/av-copa.shtml</ref>
[[File:Praia de Copacabana na zona Sul da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil.jpg|center|250px|thumb|Praia de Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil]]
NOSSA SENHORA DE GUADALUPE: corresponde a uma estampa de Nossa Senhora que é venerada nas proximidades da Cidade do México e que acredita-se ter tido uma origem milagrosa. Segundo a lenda, em 1531 um índio asteca recém-convertido ao catolicismo, chamado Juan Diego, testemunhou uma aparição de Nossa Senhora em um local chamado Tepeyac, a noroeste da Cidade do México. Nossa Senhora teria lhe dito para comunicar ao bispo que desejava que uma igreja fosse construída naquele local em sua homenagem. O bispo não acreditou em Juan Diego e exigiu uma prova da aparição. Juan Diego então se encontrou novamente com Nossa Senhora, no mesmo local anterior, e esta lhe pediu que colhesse flores num terreno próximo. Mesmo não sendo a época das flores, Juan Diego conseguiu encontrar muitas flores no local indicado por Nossa Senhora e as levou ao bispo enroladas em seu manto. Ao abrir o manto diante do bispo, as flores se derramaram no chão, revelando que uma imagem de Nossa Senhora havia surgido miraculosamente estampada no manto. O bispo finalmente acreditou no relato de Juan Diego e mandou erigir uma igreja no local indicado para guardar o manto estampado.
Por problemas estruturais na igreja, o manto passou a ser guardado em uma basílica nova construída entre 1974 e 1976. A basílica de Nossa Senhora de Guadalupe é atualmente o segundo santuário católico mais visitado, somente perdendo para a Basílica de São Pedro, no Vaticano.
Seu dia é o 15 de outubro.<ref>ALVES, J. B. ''Os Santos de Cada Dia''. 7ª edição. São Paulo: Edições Paulinas, 1990.p.582</ref>
[[File:Teresabernini.JPG|center|200px|thumb|''O Êxtase de Santa Teresa'', estátua de Bernini do séc. XVII]]
 
= =
 
SANTO ESTANISLAU: nasceu em Cracóvia, Polônia, em 1030. De origem humilde, foi educado pelos monges beneditinos, primeiro em Cracóvia, depois em Liège, na Bélgica. Ascendeu na hierarquia eclesiástica até o posto de bispo de Cracóvia. Por condenar a corrupção de costumes em sua sociedade, e em especial o sequestro de uma mulher casada por parte de seu amigo rei Boleslau, acabou assassinado por este em plena missa, em 1097.
 
2 529

edições