Utilizador:RMBeatriz/Testes: diferenças entre revisões

1 745 bytes adicionados ,  1 de março de 2010
Esta indicação permite definir a responsabilidade de cada um dos intervenientes na produção e ainda, no caso de surgir um problema de saúde pública, identificar todo o lote contaminado e, se necessário, retirá-lo do mercado. Permite assim, uma intervenção rápida por parte das autoridades competentes. <span id=refbSOS2009> [[#refSOS2009|(SOS, [2009])]]</span>
 
===R-Rastreabilidade e Tecnologias da Informação===
bem como definir a responsabilidade de cada um dos intervenientes na produção
 
Rastreabilidade e Tecnologias da Informação (TI) são '''conceitos inseparáveis''' que permitem o acesso a toda a informação relacionada com o tratamento e com a emissão de produtos. Os softwares de apoio à gestão, adaptáveis a qualquer sector de actividade, configuráveis para diversos periféricos e versáteis nos sistemas de recolha (PDA, terminais de leitura óptica, etc) apresentam-se o mais transversais possível.
 
A implementação de sistemas que identificam, de forma singular, produtos, unidades de expedição, activos, localizações e serviços, possibilitam a gestão eficiente das cadeias de valor multi-sectoriais através do acesso integral a toda a informação relativa ao percurso físico dos produtos. Através de várias soluções de armazenagem e logística, em comunicação "online" com o módulo de lotes e datas de validade, é possível o controlo total da informação sobre a Rastreabilidade dos produtos, de forma pormenorizada e rigorosa, incluindo também os processos de recepção, armazenamento, produção e expedição.
 
Acredita-se que o tratamento do processo de rastreabilidade terá um efeito de causalidade que se irá reflectir nos vários intervenientes da cadeia de valor, ou seja, na produção e distribuição. Tal facto vai permitir um aumento exponencial da eficiência e produtividade da empresa. <span id=refbRastreabilidade2008> [[#refRastreabilidade2008|(Rastreabilidade, [2008])]]</span>
 
===R-Referências===
*<div id=refJuran>[[#refbJuran|JURAN, J.M.; GRYNA Jr., F.M.]] - ''Quality planning and analysis'': from product development through usage. Nova Iorque: McGraw-Hill, 1970.</div>
 
* <div id=refRODRIGUES2007>[[#refbRODRIGUES2007|RODRIGUES]], Sofia - ''Rastreabilidade e Qualidade Alimentar: Algumas Reflexões'' [Em linha]. [S.l.: s.n.], Novembro 2007. [Consult. 2101 MaioMarço 20092010]. Disponível em WWW: <http://www.ci.esapl.pt/sofia/Rastreabilidade%20e%20Detec%C3%A7%C3%A3o.pdf>
 
* <div id=refSOS2009>[[#refbSOS2009|SOS]] Consumidor - ''O que é a Rastreabilidade?'' [Em linha]. Olaias, Lisboa: DECO PROTESTE, Editores, Lda. 1974-2009 [Consult. 01 Março 2010]. Disponível em WWW: <http://www.deco.proteste.pt/rotulagem/o-que-e-a-rastreabilidade-s380231.htm>
 
* <div id=refSOS2009refRastreabilidade2008>[[#refbSOS2009refbRastreabilidade2008|SOSRASTREABILIDADE]] Consumidore -Tecnologias ''Ode que é a Rastreabilidade?''Informação [Em linha]. OlaiasTelheiras, Lisboa: DECOT.I. PROTESTE,Tecnologia EditoresInformatica S.A., Lda[2008]. 1974-2009 [Consult. 26XX MaioMarço 20092010]. Disponível em WWW: <http://wwwsuporte.deco.protesteartsoft.pt/rotulagemmarketing/oflyers/ArtSOFT-que-e-a-rastreabilidadeRastreabilidade-s380231Out07.htmpdf>
277

edições