Logística/Sistemas de informação/Indicadores de desempenho/Valor Económico Acrescentado (EVA): diferenças entre revisões

Correcção
[edição não verificada][edição não verificada]
(Actualização)
(Correcção)
{{Nav2|'''[[Logística/Sistemas de informação/Indicadores de desempenho|Indicadores de desempenho]]'''||[[../Indicadores AECOC|Indicadores AECOC]]}}
 
O Valor Económico Acrescentado, '''''[[w:Valor econômico adicionado|Valor Económico Acrescentado]]''', '''''Economic Value Added]]''''' ('''EVA''') é o excesso do resultado operacional, após os [[w:Imposto|impostos]], relativamente à [[w:rendibilidade|rendibilidade]] exigida pelos credores e [[w:Acionista|accionistas]]. Consiste, portanto, no [[w:Valor absoluto|valor absoluto]] da diferença entre a rendibilidade do capital investido e o [[w:Custo do capital|custo médio do capital]];, ou seja, a rendibilidade exigida pelos investidores. Por outras palavras, é o resultado líquido deduzido do [[w:Custo do capital |custo do capital próprio]] ([[Logística/Referências#refbmiCPM|miCPM, 2004]]). A fórmula básica deste valor é ([[Logística/Referências#refbNobrega|Nóbrega Júnior, 2000]]):
 
 
'''EVA = [[w:Receita (economia)|Receitas]] - [[w:Despesa|Despesas]] - Impostos - Custo do Capital''' ([[Logística/Referências#refbNobrega|Nóbrega Júnior, 2000]])
 
 
461

edições