Logística/Gestão de armazéns/Operação de um armazém/Fluxos num armazém: diferenças entre revisões

Actualização
(Criar)
(Actualização)
{{Nav2|'''[[Logística/Gestão de armazéns/Operação de um armazém|Operação de um armazém]]'''|[[../Funções de um armazém|Funções de um armazém]]}}
 
Todos os [[w:Armazém|armazéns]] têm fluxos de entrada, fluxos de saída e fluxos entre as diferentes áreas que constituem um armazém.
Com base na figura do livro de [[Logística/Referências#refbTOMPKINS|Tompkins et al. (2003, p. 405)]] pode-se dizer que um armazém genérico é composto por 5 grandes áreas, nas quais circulam vários fluxos. As 5 áreas já faladas são então:
 
*[[w:Recepção (armazém)|'''Recepção''']] - Recebe as mercadorias e despacha-as para 3 áreas diferentes:
**São transferidas directamente para a zona de reserva;
**São transferidas directamente para a zona primária;
**São [[w:Cross docking|''cross-docked'']] directamente para a área de [[w:Expedição (armazém)|expedição]].
 
*'''Zona de Reservas''' - Recebe os produtos da área de recepção e reabastece a área primária sempre que necessário.
 
*'''Zona Primária''' - Recebe os produtos tanto da área de recepção como da zona de reservas e processa os mesmos para a zona de [[w:Picking|satisfação de pedidos]]. Esta zona é composta pelo ''Case picking'' e o ''Broken case picking''.
**''Case picking'' - Recebe os produtos e envia todos os que estão processados por ''case picking'' para a zona de satisfação de pedidos.
**''Broken case picking'' - Recebe os produtos e envia todos os que estão processados por ''broken case picking'' para a zona de satisfação de pedidos.
95

edições