Diferenças entre edições de "Logística/Gestão de armazéns/Princípios da armazenagem"

tradução para português. Texto a ser trabalhado
(Criar)
 
(tradução para português. Texto a ser trabalhado)
 
 
'''Popularidade''' – Um economista italiano chamada Pareto afirmou uma vez que 85% da riqueza do mundo está na posse de 15% das pessoas. Numa análise mais aprofundada, a lei de Pareto, na verdade pertence a muitas outras áreas de riqueza, uma dessas áreas é a armazenagem. Num armazém genérico, não é incomum encontrar 85% as movimentações correspondem a 20% dos produtos, outros 10% das movimentações correspondem a 30% dos produtos e os restantes 5% das movimentações correspondem a 55% dos produtos. Por conseguinte, o armazém tem um número muito pequeno de itens altamente activos (Itens A), um número ligeiramente maior de itens moderadamente activos (Itens B) e um número muito grande de itens raramente activos (Itens C). A filosofia do layout do armazém na popularidade sugere que o armazém seja planeado em volta do pequeno número de itens altamente activos, que constituem a grande maioria da actividade no armazém. A filosofia da popularidade diz também que os materiais com maior movimentação devem estar localizados numa área que permita um manuseamento dos materiais mais eficientemente. Por conseguinte, os itens de alta rotatividade devem estar localizados o mais próximo possível do local de utilização.
Esta filosofia sugere também que a popularidade dos itens ajuda a determinar o método de armazenamento a ser utilizado. Os itens com maior movimentação devem ser armazenados por métodos que maximizam o uso do espaço.
 
 
'''Similaridade''' – Produtos que são geralmente recepcionados e/ou enviados juntamente devem ser armazenados juntamente. Por exemplo, se considerarmos uma loja de materiais de jardinagem, um cliente que lá vá comprar uma espátula não terá grande interesse em comprar um serrote. No entanto poderá ter interesse em comprar fertilizante ou sementes. O serrote deverá ser arrumado na mesma área onde se encontram os martelos, pregos, etc. Por vezes, determinados itens são recepcionados juntamente, provavelmente vindos do mesmo fornecedor; esses itens devem ser armazenados juntamente. Normalmente eles requerem um armazenamento e respectivo método de tratamento similar, por isso a sua consolidação na mesma área, resulta num uso mais eficiente do espaço e numa manipulação de materiais mais eficiente também.
Uma excepção nesta filosofia de similaridade, surge quando os itens em questão são tão semelhantes que armazena-los tão perto uns dos outros pode resultar em erros na satisfação de pedidos ou no envio. Um exemplo disto, são os interruptores eléctricos de 2, 3 ou 4 vias. Eles são bastante semelhantes mas funcionam de maneira diferente.
 
 
'''Tamanho''' – Esta filosofia sugere que itens pesados, volumosos ou de difícil manuseamento devem ser armazenados perto do seu local de utilização. O custo de manipulação deste tipo de itens é bastante superior ao custo de manipulação dos outros itens. Este é um incentivo para minimizar a distância a que eles são manipulados. Além disso, se a altura do tecto do armazém varia de zona para zona, os itens pesados e volumosos devem ser armazenados nas zonas que têm uma altura de tecto mais baixa, enquanto os itens mais leves e de fácil manuseamento devem ser armazenados nas zonas em que a altura do tecto é mais alta. Todos os metros cúbicos disponíveis no armazém devem ser utilizados da forma mais eficiente possível, respeitando sempre as restrições existentes a nível da capacidade de carga do piso. Material leve pode ser armazenado a alturas maiores do que o material pesado, dependendo apenas da capacidade de carga do piso.
A filosofia de tamanho afirma também que o tamanho de um local de armazenamento se deve ajustar ao tamanho do material a ser armazenado. Não armazenar uma unidade com carga de 3 metros cúbicos num local com capacidade para armazenar uma unidade com carga de 9 metros cúbicos. Deve ser fornecida uma grande variedade de tamanhos a nível de armazenamento de modo a que itens diferentes possam ser armazenados de forma diferente. Para além de ter em consideração o tamanho físico de um só item, tem de ser considerar também a quantidade total do item a ser armazenado. São utilizados diferentes layouts e métodos de armazenamento para armazenar 2 paletes de um determinado item ou para armazenar 200 paletes do mesmo item.
 
 
'''Características''' – As características dos materiais a serem armazenados exigem, muitas das vezes que estes sejam armazenados e manuseados ao contrário dos métodos descritos anteriormente. Algumas das características mais importantes dos materiais incluem:
 
*Materiais perecíveis – Este tipo de materiais pode precisar de ser armazenado num ambiente controlado. A vida útil dos materiais deve ser considerada de modo a ter uma solução para estes casos.
*Materiais frágeis e de forma estranha – Alguns itens não se encaixam nas áreas de armazenagem providenciadas, mesmo quando diversos tamanhos de armazém estão disponíveis. Itens com formas estranhas, criam muitas vezes problemas a nível de manuseamento e armazenamento. Sempre que são encontrados itens desse tipo, deverá ser fornecido armazenamento em espaço aberto. Se existirem itens frágeis, ou se os existentes se tornarem frágeis quando a humidade é muito alta, os tamanhos de carga e os métodos de armazenamento devem ser ajustados.
*Materiais perigosos – Materiais como a tinta, verniz, propano ou produtos químicos inflamáveis requerem um armazenamento separado. As regras de segurança devem ser verificadas e seguidas rigorosamente para todos os materiais inflamáveis ou explosivos. Ácidos, lixívias e outras substâncias perigosas devem ser isolados de modo a minimizar a exposição aos trabalhadores.
*Itens de segurança – Virtualmente, praticamente todos os itens podem ser roubados. No entanto, itens com alto valor unitário e/ou de pequeno porte são mais frequentemente alvo de furtos. Esses itens devem ser alvo de uma protecção adicional dentro de uma área de armazenamento. Com a crescente necessidade de manter a rastreabilidade dos materiais, tanto o roubo como o stock incorrecto devem ser evitados. A segurança nas zonas de armazenagem será um problema se o layout das mesmas não tiver sido projectado especialmente para proteger os materiais armazenados.
*Compatibilidade – Alguns produtos químicos não são perigosos quando armazenados sozinhos, mas em contacto com outros produtos químicos tornam-se voláteis. Alguns materiais não necessitam de armazenamento especial, mas podem facilmente ficar contaminados se entrarem em contacto com certos materiais. Portanto, os itens a serem armazenados numa área devem ser considerados à luz de outros itens a serem armazenados na mesma área. Por exemplo, a manteiga e o peixe são produtos que ambos precisam de refrigeração no seu armazenamento, mas se forem refrigerados juntos a manteiga rapidamente absorve o odor do peixe.
 
 
'''Utilização de espaço''' – O planeamento de espaço inclui a determinação das necessidades de espaço para o armazenamento dos materiais. Embora tendo em consideração todos os outros princípios já vistos, deverá ser desenvolvido um layout que irá maximizar a utilização do espaço, bem como o nível de serviço prestado. Alguns dos factores que devem ser considerados durante o desenvolvimento do layout são:
 
*Conservação do espaço – Isto significa maximizar a concentração e utilização do metro cúbico e minimizar o honeycombing. Maximizando a concentração do espaço, aumenta a flexibilidade e a capacidade de lidar com grandes encomendas. A utilização do metro cúbico vai aumentar, armazenando até uma altura de 45,7cm abaixo das vigas se o tecto tiver uma altura de 4,5m ou menos ou armazenando até uma altura de 91,4cm abaixo das vigas se o tecto tiver uma altura superior a 4,5m. Armazenar os materiais na altura e profundidade apropriadas, em relação à quantidade de materiais normalmente armazenados minimiza o honeycombing. O honeycombing ocorre também a partir da movimentação incorrecta de materiais do armazém.
*Limitações de espaço – A utilização do espaço será limitada pelas vigas, aspersores contra incêndios, altura do tecto, capacidade de carga do piso, postes e colunas e as alturas de segurança de empilhamento de materiais. A capacidade de carga do piso é de extrema importância para instalações de armazenamento com vários pisos. O impacto negativo que os postes e colunas têm sobre a utilização de espaço deve ser minimizado através do armazenamento dos materiais de forma compacta em torno deles. As alturas de segurança de empilhamento de materiais dependem da fragilidade e estabilidade dos mesmos, bem como a armazenagem e recuperação segura dos materiais. Em particular, os materiais que devem ser movimentados manualmente, devem ser empilhados de modo a que os operadores possam agarrar as cargas com segurança sem muita dificuldade.
*Acessibilidade – Uma ênfase excessiva na utilização de espaço pode resultar numa acessibilidade insuficiente aos materiais. O layout do armazém deve cumprir determinados objectivos para a acessibilidade aos materiais. Os principais corredores de movimentação devem ser directos e devem conduzir às portas, de modo a melhorar a capacidade de manobra e reduzir os tempos de viagem. Os corredores devem ter largura suficiente para permitir o funcionamento eficaz das operações, mas não devem desperdiçar espaço. As suas larguras devem ser adaptadas ao tipo de equipamento a ser manuseado, utilizando o corredor e o volume de tráfego esperado.
*Ordem – O princípio da ordem salienta o facto de que um bom “warehouse keeping” começa com a ideia de um house keeping. Os corredores devem ser bem identificados com fita de corredor ou tinta. Caso contrário, os materiais começam a violar o espaço do corredor e a acessibilidade aos materiais será reduzida. Os espaços vazios dentro da área de armazenamento devem ser evitados, e portanto devem ser corrigidos sempre que ocorrem. Se uma área de armazenamento é projectada para receber 5 paletes e, no processo de armazenamento, 1 palete viola o espaço disponibilizado para uma outra palete, vai resultar daqui um espaço vazio. Devido a isso, apenas 4 paletes podem ser armazenadas na área previamente projectada para 5 paletes. O espaço perdido da 5ª palete não será recuperado até toda a área de armazenamento ser esvaziada ([[Logística/Referências#refbTOMPKINS|Tompkins et al., 2003, p. 444-446]]).
{{AutoCat}}
95

edições