Logística/Sistemas de informação/Indicadores de desempenho/Indicadores de utilização de recursos: equipamentos/Utilização de equipamento: diferenças entre revisões

Actualização
[edição não verificada][edição não verificada]
(Actualização)
(Actualização)
 
 
De acordo com [[Logística/Referências#refbWhite1985|White Jr. (1985, p. 327-328)]], o '''indicador de utilização de [[w:Equipamento|equipamento]] de [[w:Produção|produção]]''' fornece uma indicação da medida em que o equipamento está a ser utilizado no seu potencial máximo. Sabendo a utilização prevista, podem ser [[w:Tomada de decisão|tomadas decisões]] acerca da necessidade de desenvolvimento de melhores sistemas de movimentação, de modo a aumentar a utilização dos equipamentos de produção.
 
Na maioria dos casos, o [[w:Objetivo|objectivo]] principal consiste no aumento da utilização de equipamentos de produção, tendo em conta um '''valor mínimo aceitável de 90%'''. Contudo, se a capacidade de produção de uma [[w:Máquina|máquina]] for muito superior aos requisitos de produção de qualquer ordem de produção individual, são preferíveis produções curtas e ''[[w:Set-up|setups]]'' frequentes, em vez da acumulação de um elevado número de materiais em [[w:Estoque|stock]].
 
A utilização de equipamentos de produção pode ser determinada a partir de registos de produção disponíveis, preferencialmente fiáveis, e por [[w:Estudo por amostragem|amostragens]] de trabalho ou análise de tempos. Esta deve ser utilizada como um indicador para determinar se os esforços adicionais para aumentar a produção se justificam.
 
 
'''Utilização do equipamento de produção'' (%) = ''Produção anual'' / ''Capacidade teórica''' = 127500 / 240000 = 53,1%
 
 
461

edições