Logística/Gestão de armazéns/Princípios da armazenagem: diferenças entre revisões

Actualização (Popularidade, Similaridade e Tamanho)
(Correcção - referências)
(Actualização (Popularidade, Similaridade e Tamanho))
 
 
'''Popularidade''' – UmEvocando o economista italianoPareto chamado Paretoque afirmou uma vez que, 85«…85% da riqueza do mundo está na posse de 15% das pessoas...» Numapodemos análisealargar maise aprofundada,fazer auma leiidentificação dedesta Pareto,análise nacom verdadeo pertencearmazenamento ade muitasprodutos. outrasAo áreastermos deum riquezaarmazém comum, sem uma dessasespecificidade áreasde éproduto aque armazenagem.é Numarmazenado armazémpodemos genérico,concluir nãosem éser incomumincorrecto encontrarque, 85% as movimentações registadas nesse mesmo armazém correspondem a 20% dos produtos, outros 10% das movimentações correspondem a 30% dos produtos e os restantes 5% das movimentações correspondem a 55% dos produtos. PorCom conseguinte,esta oavaliação armazémpodemos temconcluir e generalizar que uma grande parte dos armazéns têm um número muito pequenoreduzido de itens altamentemuito activos (Itens A), um número ligeiramente maior de itens moderadamente activos (Itens B) e um númerovalor muito grandealtíssimo de itens raramente activos. (ItensAgregado C). Aà filosofia do layout do armazém, naa nível de popularidade sugerepode considerar-se que o armazém seja planeado em voltaplaneamento do pequenomesmo númeroé defeito itenstendo altamenteem activos,consideração queum constituemnúmero arelativamente grandepequeno maioriade daitens actividadealtamente no armazémactivos. A mesma filosofia dade popularidade diz também que os materiaisprodutos comcujo maiorgrau de movimentação é maior, devem estar localizadosinseridos numa área quecujo o espaço, permita umo manuseamento dos materiaismesmos maisde eficientemente.forma Pormais conseguinteeficiente, podendo assim afirmar-se que os itensprodutos decom altamaior rotatividade devemdeverão estar localizadosnum local o mais próximo possível do local de utilização. Esta filosofia sugere também que a popularidade dos itens ajuda a determinar o método de armazenamento a ser utilizado, sendo que os produtos com maior utilização devem ser colocados de modo a que o uso do espaço seja maximizado ([[Logística/Referências#refbTOMPKINSY|Tompkins et al., 1998, p. 250]]).
Esta filosofia sugere também que a popularidade dos itens ajuda a determinar o método de armazenamento a ser utilizado. Os itens com maior movimentação devem ser armazenados por métodos que maximizam o uso do espaço ([[Logística/Referências#refbTOMPKINSY|Tompkins et al., 1998, p. 250]])
 
 
'''Similaridade''' – ProdutosA similaridade tem como base de sustentação o facto de permitir que sãoos geralmenteprodutos que são recepcionados e/ou enviados juntamentejuntos devem ser armazenados juntamente.da Pormesma exemplo,forma. seDando considerarmoscomo exemplo uma loja de materiais de jardinagem, temos que um potencial cliente que a ela comprarse dirige para adquirir uma espátula não terá grande interesse em comprar um serrote., Nono entanto poderá ter particular interesse em compraradquirir fertilizantefertilizantes ou sementes. O acto de comprar um produto da mesma área pode levar a adquirir um outro, inclusive por associação de ideias e também, considerando a influência que a colocação de produtos em prateleiras tem no cliente. Assim o serrote deverá ser arrumado na mesma área onde se encontram os martelos, pregos, etc. Por vezes, determinados itens são recepcionados juntamente, provavelmente vindos do mesmo fornecedor; esses itens devem ser armazenados juntamente. NormalmenteGeralmente eles requeremnecessitam de um armazenamento e respectivo método de tratamento similar, e por isso ao suaseu consolidaçãoarmazenamento nano mesmamesmo área,local resultavai numresultar usonuma maismanipulação eficientee doutilização de espaço mais eficientes. Como em todas as teorias existem excepções, nesta a excepção tem a ver com a semelhança e numacom manipulaçãoa funcionalidade. Nesta filosofia de materiaissimilaridade, maisum eficienteexemplo tambémdisso são os interruptores; um interruptor pode ser semelhante a tantos outros, mas em termos de funcionalidade pode ser diferente como é o caso dos eléctricos de 2, 3 ou 4 vias. São bastante semelhantes a todos os outros mas funcionam de forma diferente. Caso o seu armazenamento fosse efectuado perto dos outros, poderia provocar erros na separação e preparação de pedidos e em todas as operações posteriores.
Uma excepção nesta filosofia de similaridade, surge quando os itens em questão são tão semelhantes que armazena-los tão perto uns dos outros pode resultar em erros na satisfação de pedidos ou no envio. Um exemplo disto, são os interruptores eléctricos de 2, 3 ou 4 vias. Eles são bastante semelhantes mas funcionam de maneira diferente.
 
 
'''Tamanho''' – EstaAcerca do tamanho deve-se considerar como filosofia sugerede armazenamento que itensos produtos pesados, volumosos ou de difícil manuseamento devem ser armazenados perto do seu local de utilização., Oisto porque os custo de manipulação destede tipoprodutos depesados itensou volumosos é bastantesempre superiormaior, aosendo custoeste um incentivo para minimizar a distância de manipulação. dosNesta outrosfilosofia itens.também Estese édevem umconsiderar incentivoas paravariações minimizarna aaltura distânciade atecto, queisto elesporque sãode manipulados.zona Alémpara dissozona, dentro de um armazém existe uma relação directa entre se a altura do tecto doe armazémo variaproduto dea zona paraser zonaarmazenado, especificamente os itensprodutos pesados e volumosos devem ser armazenados nas zonas em que têmo tecto tem uma altura de tecto mais baixa, enquanto que os itensprodutos mais leves e de fácil manuseamento devem ser armazenados nasem zonas emcujo quetecto aé alturamais doalto. tectoSe éforem consideradas estas parametrizações verificar-se-á uma gestão e um manuseamento mais alta.correcto e produtivo, o enfoque é feito também tendo em Todosconsideração os metros cúbicos disponíveis no armazém devema serserem utilizados da forma mais eficiente possível, respeitando sempre as restrições existentes a nível da capacidade de carga do piso. MaterialAssim, leveos podeprodutos leves podem ser armazenadoarmazenados aem alturaszonas maioresmais altas do que oos materialprodutos pesadopesados e volumosos, dependendo apenas da capacidade de carga do piso. A filosofia de tamanho afirma também que o tamanho de um local de armazenamento se deve ajustar ao tamanho do material a ser armazenado, ou seja, nunca armazenar um produto que ocupa 3 metros cúbicos num local com capacidade para armazenar um produto que ocupa 9 metros cúbicos. É necessário a existência de uma larga variedade de tamanhos, a nível de armazenamento, de modo a que produtos diferentes possam ser armazenados de forma diferente. Não se deve ter em consideração o tamanho físico de um só produto mas sim a quantidade total a ser armazenada desse mesmo produto, pois os layouts e métodos de armazenamento variam com a quantidade, e é completamente diferente armazenar 2 paletes de um determinado produto e armazenar 200 paletes desse mesmo produto.
A filosofia de tamanho afirma também que o tamanho de um local de armazenamento se deve ajustar ao tamanho do material a ser armazenado. Não armazenar uma unidade com carga de 3 metros cúbicos num local com capacidade para armazenar uma unidade com carga de 9 metros cúbicos. Deve ser fornecida uma grande variedade de tamanhos a nível de armazenamento de modo a que itens diferentes possam ser armazenados de forma diferente. Para além de ter em consideração o tamanho físico de um só item, tem de ser considerar também a quantidade total do item a ser armazenado. São utilizados diferentes layouts e métodos de armazenamento para armazenar 2 paletes de um determinado item ou para armazenar 200 paletes do mesmo item.
 
 
-------------
 
 
95

edições