Logística/Gestão de desperdícios e rejeitados/Sistemas de tratamento e destino final/Aterros sanitários: diferenças entre revisões

actualização
[edição não verificada][edição não verificada]
(actualização)
(actualização)
 
*''Topografia''. De acordo com este critério, são considerados três tipos de aterros: em [[w:Trincheira|trincheiras]], em [[w:Depressão_(geografia)|depressão]] e aterros em extensão. Esta distinção é feita devido à topografia do confinamento, à [[w:Planimetria|planimetria]] e à [[w:Altimetria|altimetria]] ([[Logística/Referências#refbMartinho|Martinho et al., 2000, p. 195-197]]).
**Os ''aterros em trincheira'', são localizados em [[w:Área|áreas]] planas ou de declive pouco acentuado, onde os [[w:Lençol_freático|lençóis freáticos]] são suficientemente profundos para possibilitar as [[w:Escavação|escavações]]. Este tipo de aterros leva a uma menor dispersão pelo [[w:Vento|vento]] de resíduos de menor [[w:Peso|peso]] e de não ser necessário alterar o nível do terreno. Contudo, é desvantajoso devido à limitação de terreno destinado ao trabalho e à diminuição da área de deposição disponível devido à colocação de paredes de suporte entre as trincheiras.
**Os ''aterros em depressão'' podem localizar-se em depressões artificiais, isto é, feitas pelo [[w:Homem|Homem]] (como por exemplo, antigas [[w:Pedreira|pedreiras]]), ou em depressões naturais (como por exemplo, [[w:Vale|vales]]). Devido a ser feito em depressões, leva à redução dos custos em escavações e movimentação de terras e ao reaproveitamento de antigos locais. No entanto, normalmente, há um aumento de custos em [[w:Transporte|transporte]] pois não existe disponibilidade de material de cobertura no local.
**Os ''aterros em extensão'' (ou ''em superfície'') são recomendados se existirem lençóis freáticos muito à superfície ou outros factores geológicos que impossibilitem a escavação. Este tipo de aterro é desvantajoso no transporte do material de cobertura e na dispersão de resíduos leves pelo vento.
 
 
<center>[[Imagem:Etapas_de_concepção_e_operação_de_um_aterro.png‎|400px]]<br>Figura 1 -. Etapas de concepção e operação de um aterro. (Fonte: [[Logística/Referências#refbLevy|Levy et al., 2006, p. 173]])</center>
 
 
224

edições