Diferenças entre edições de "Logística/Manutenção de instalações/Manutenção de equipamentos e sistemas eléctricos/Sistemas de protecção eléctrica/Elemento de protecção/Fusível"

sem resumo de edição
{{Nav2|'''[[../|Elementos de protecção]]'''||[[../Relés/]]|}}
 
Um fusível é um dispositivo de segurança constituído por um fio condutor homogéneo.
 
[[Image:Electrical Fuse (aka).jpg|right|upright|thumb|Figura 1. [[w:Fusível|Fusível]] do tipo cilíndrico]]
Um [[w:Fusível|fusível]] é um dispositivo de [[w:Segurança|segurança]] que tem como função proteger as [[w:Instalação elétrica|instalações eléctricas]] dos efeitos de uma [[w:Corrente elétrica|corrente eléctrica]] excessiva, como por exemplo um [[w:Curto-circuito|curto-circuito]].
 
O fusível tem como função, suportar a corrente interrompendo o circuito, por fusão ou volatilização (Efeito de Joule), quando a corrente que o percorre transcende o valor da sua intensidade nominal. Este funde tanto ou mais depressa, quanto maior for a intensidade da corrente.
O fusível é geralmente composto por um fio metálico, fino, que se [[w:Fundição|funde]] quando ocorre uma súbita subida de corrente, interrompendo assim o circuito.
 
=== Tipos de fusíveis ===
Tipos de fusíveis: fusível do tipo gardy, fusível do tipo rolo, fusível do tipo cartucho e fusível do tipo cilíndrico.
 
Quando estamos perante casos de baixa tensão:
[[Image:Electrical Fuse (aka).jpg|right|upright|thumb|Figura 1. [[w:Fusível|Fusível]] do tipo cilíndrico]]
 
* Fusíveis de rolha (rolo) - Utilizados em instalações de menor importância, em que as intensidades de correntes são baixas;
Os fusíveis têm diversas características:
 
* Fusíveis de ficha (Gardy) - Os fusíveis de ficha têm as mesmas aplicações que os fusíveis de rolha. Este tipo de fusível decompõe-se em três peças: a base de porcelana, os alvéolos e a ficha com o fusível;
''Corrente estipulada'' - é a intensidade de corrente que o fusível pode suportar permanentemente sem fundir;
 
* Fusíveis de cartucho (A.P.C.) - Possuem um elevado poder de corte de forma a poderem ser utilizados em inúmeras aplicações, em que muitos outros não podem ser aplicados;
''Corrente convencional de não funcionamento'' - valor da corrente para o qual o fusível não deve funcionar durante o tempo convencional;
 
=== Características dos fusíveis ===
''Corrente convencional de funcionamento'' - valor da corrente para o qual o fusível deve funcionar antes de terminar o tempo convencional;
 
As principais características dos fusíveis são:
''Poder de corte'' - intensidade máxima de corrente que o fusível é capaz de interromper, sem que haja destruição do invólucro do elemento fusível;
 
''Corrente* estipulada''Intensidade -nominal éou acalibre intensidade– Intensidade de corrente máxima que o fusível podeconsegue suportar permanentemente, sem fundir;
''Tensão nominal'' - do ponto de vista do isolamento eléctrico é a tensão que serve de base ao dimensionamento do fusível.
 
* Curva intensidade de fusão-tempo de fusão – Curva que relaciona os valores da intensidade à qual o fusível funde com o respectivo tempo que o fusível demora a fundir;
Os [[w: Disjuntor|disjuntores]] têm básicamente a mesma função que os fusíveis. Os fusíveis têm mais aplicações a nível doméstico enquanto que os disjuntores têm mais aplicações a nível [[w:Indústria|industrial]].
 
''* Poder de corte'' - intensidadeÉ máximaa maior intensidade de corrente que o fusível é capaz de interromper, sem que hajase destruiçãodestrua doo invólucro do elemento fusível. Por exemplo, no caso dos fusíveis de cartucho, a intensidade de corrente pode ir até um máximo de 100 kA;
Tal como referido acima, os fusíveis e disjuntores têm em comum, a função de proteger todos os elementos que constituem uma instalação eléctrica contra os diversos tipos de defeitos que podem ocorrer. Os principais tipos de efeitos que podem ocorrer num circuito são:
 
* Tensão nominal – Tensão que serve de base ao dimensionamento do fusível, do ponto de vista de isolamento eléctrico;
''Sobreintensidade'' - Quando a corrente eléctrica de serviço ultrapassa o valor máximo permitido nos condutores. Quando se encontram ligados simultaneamente demasiados aparelhos, pode ocorrer uma sobrecarga, que é uma sobreintensidade em que a corrente de serviço no circuito é superior ou ligeiramente superior á intensidade máxima permitida nos condutores. Se dois pontos do circuito, com [[w:Potencial elétrico|potenciais eléctricos]] diferentes, entrarem em contacto dar-se-á um curto-circuito que é uma sobreintensidade em que a corrente de serviço no circuito é muito superior á intensidade máxima permitida nos condutores.
 
* Tensão de serviço – Tensão que realmente existe no ponto do circuito onde o fusível está instalado. A tensão nominal do fusível não deve ser inferior à tensão de serviço;
''Sobretensão'' - As sobretensões, aumento da tensão, podem ser de origem externa, ou de origem interna. Geralmente as sobretensões são muito bruscas e podem originar muitos [[w:Dano|danos]].
 
=== Selectividade entre fusíveis ===
 
Quando, por meio dos fusíveis, se pretende proteger uma instalação com vários circuitos derivados, é possível garantir uma certa selectividade desde que as intensidades nominais dos fusíveis sejam convenientemente escolhidas.
 
O sistema de protecção deve actuar somente na parte do circuito onde houve um aumento de corrente, ou seja, deve apenas ser fundido o fusível que se encontra situado na zona do problema, de modo a que o outro circuito parcial não deixe de ser alimentado.
 
Para a escolha do fusível de acordo com as características dos circuitos a proteger, deve-se proceder à análise das respectivas curvas de intensidade de fusão – tempo de fusão, de modo a verificar-se se há ou não selectividade para determinados valores de corrente.
 
Em geral, quando estamos na presença de sobrecargas, é apenas necessário que a intensidade de funcionamento do fusível a montante seja maior do que a do situado a jusante.
Quando se trata de curto-circuitos, a situação é mais complicada porque o fusível a montante alimenta outras derivações, encontrando-se a temperatura superior. Por isso, o seu tempo de actuação face ao defeito, irá depender de vários factores, como: valor da corrente do curto-circuito, correntes pedidas pelas várias derivações e dos tipos de fusíveis.
 
Quando se trata de fusíveis do mesmo tipo, em geral, pode-se dizer que há selectividade entre dois fusíveis em série no circuito se a intensidade nominal do fusível a montante, for pelo menos tripla da do fusível a jusante
 
''Subtensão'' - As subtensões, abaixamento da tensão, podem ocorrer devido a excesso de carga ligada, originando quedas de tensão nas linhas e cabos. Podem também ocorrer por desequilíbrio acentuado na rede trifásica, rotura de uma das fases e contactos á terra de uma fase.
 
 
246

edições