Diferenças entre edições de "Logística/Gestão de armazéns/Picking/Procedimentos de organização/Picking por lote"

correcçao
m
(correcçao)
 
Neste procedimento um Operador escolhe um grupo de pedidos, ao mesmo tempo, uma linha de cada vez.
Quando um produto aparece em mais que um pedido, a quantidade total necessária para todos os pedidos combinados é recolhida de uma só vez, e em seguida separada por pedido. A segregação pode ter lugar enquanto se faz a recolha em totes (pequenas peças em pequenas quantidades) ou a quando do [[w:transporte|transporte]] para uma área designada, onde são classificados e agrupados por pedido individual ([[Logística/Referências#refbTOMPKINST|Hudock, 2004]]).
 
Recolher mais que um pedido de uma vez, tem um efeito significativo sobre a produtividade do [[w:picking|''picking'']] para os casos de ''case'' e ''broken case picking''. De facto, quantos mais pedidos um Operador conseguir gerir eficazmente de uma só vez, maior é o ganho de produtividade ([[Logística/Referências#refbTOMPKINST|Hudock, 2004]]).
 
Este tipo de procedimento permite um ganho de [[w:produtividade|produtividade]] em relação aos outros, visto trabalhar-se com diversos pedidos por recolha. No entanto, é indicado apenas quando os [[w:produto|produtos]] são recolhidos maioritariamente em quantidades fraccionadas (não em caixas), e quando os pedidos possuem pouca variedade de produtos e pequenos volumes ([[Logística/Referências#refbRODRIGUES|Medeiros, 1999]]).
O ganho de produtividade obtido, ocorre devido à reduçãodiminuição de tempo de deslocamento dos operadores. Um ponto negativo deste procedimento é a sua maior complexidade e maior necessidade de utilizar severosseveras medidas parade modo a minimizar os riscos de erros, medidas essas que podem passar pelapelo utilizaçãouso dasde soluções tecnológicas actuais ([[Logística/Referências#refbRODRIGUES|Medeiros, 1999]]).
 
{{AutoCat}}
196

edições