Otimização/Situação inicial: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
[edição não verificada][edição não verificada]
Sem resumo de edição
 
==Mínimo Global==
Seja <math> D \subset \mathbb{R}^n </math> e <math> f:D \mapstorightarrow \mathbb{R}</math>. Para encontrarmos o mínimo global, devemos encontrar o <math> min \; f(x), \forall \; x \in D </math>
 
{{Definição
 
==Máximo Global==
Seja <math> D \subset \mathbb{R}^n </math> e <math> f:D \mapstorightarrow \mathbb{R}</math>. Para encontrarmos o máximo global, devemos encontrar o <math> max \; f(x), \forall \; x \in D </math>
 
{{Definição
 
==Mínimo Local==
Seja <math> D \subset \mathbb{R}^n </math> e <math> f:D \mapstorightarrow \mathbb{R}</math>. Para encontrarmos o mínimo local, devemos encontrar o <math> min \; f(x), \forall \; x \in D \cap B_\epsilon (\bar{x})</math>
 
{{Definição
 
==Máximo Local==
Seja <math> D \subset \mathbb{R}^n </math> e <math> f:D \mapstorightarrow \mathbb{R}</math>. Para encontrarmos o máximo local, devemos encontrar o <math> max \; f(x), \forall \; x \in D \cap B_\epsilon (\bar{x})</math>
 
{{Definição
 
==Exemplo==
Seja <math> f: \mathbb{R}^n \mapstorightarrow \mathbb{R}; D_1, D_2 \subset \mathbb{R} </math>, tais que <math> D_2 \subset D_1 </math>.
 
===Mostrar que <math> \inf_{x \in D_1}f(x) \le \inf_{x \in D_2}f(x) </math>===
 
==Exemplo 2==
Seja <math> f: \mathbb{R}^n \mapstorightarrow \mathbb{R}; D_1, D_2 \subset \mathbb{R} </math>, tais que <math> \bar{x} \in D_2 \subset D_1 </math>. Seja <math> f(\bar{x})\le f(x), \forall \; x \in D_1 </math>.
 
=== Mostrar que <math> f(\bar{x})\le f(x), \forall \; x \in D_2 </math> ===
3 415

edições