Diferenças entre edições de "Logística/Gestão de desperdícios e rejeitados/Resíduos sólidos urbanos/Politica dos 3 R's"

actualização
(actualização)
(actualização)
 
 
Devido ao crescente aumento dos [[w:Resíduosresíduos sólidos urbanos|'''Resíduos sólidos urbanos''']] (RSU), tornou-se necessário implementar uma [[w:política|política]] que promove a diminuição da produção de resíduos e que foi informalmente intitulada política dos 3 R´s, uma vez que tem por base os princípios de [[w:redução|Redução]], [[w:reutilização|Reutilização]] e [[w:reciclagem|Reciclagem]] dos RSU, contribuindo qualquer umaum, por ordem decrescente, para a redução da [[w:quantidade|quantidade]] de resíduos gerados, assim como para o consumo de [[w:energia|energia]] utilizado e de [[w:recurso|recursos]] naturais consumidos ([[Logística/Referências#refbRESIDUOSSOLIDOS|Gestão, 2003]]).
 
 
Numa [[w:sociedade|sociedade]] de [[w:consumo|consumo]], onde os [[w:produto|produtos]] e [[w:embalagem|embalagens]] abundam e os seus [[w:custo|custos]] de [[w:tratamento|tratamento]] e eliminação são elevados, a redução é o primeiro ponto na [[w:hierarquia|hierarquia]] desta politica por ser o [[w:método|método]] cuja [[w:adopção|adopção]] tem maior impacto no [[w:ambiente|ambiente]], uma vez que, só reduzindo a quantidade consumida é possível diminuir a quantidade de resíduos existentes ([[Logística/Referências#refbVALORAMBIENTE|Política, 2010]]).
 
A redução de resíduos na origem ou a prevenção da sua produção pode ser conseguida através da aposta dana implementação de determinados mecanismos, como por exemplo:
 
* Promover o projecto,[[w:manufactura|manufactura]] e embalagem de produtos com um conteúdo [[w:tóxico|tóxico]] minimizado, [[w:volume|volume]] mínimo de material ou [[w:vida|vida]] útil mais longa ([[Logística/Referências#refbRESIDUOSSOLIDOS|Gestão, 2003]]);
;Reciclar
 
Reciclagem consiste no reprocessamento de resíduos com vista à recuperação e, ou regeneração das suas matérias constituintes em novos produtos a afectar ao fim original ou a fim distinto. A reciclagem permite transformar um objecto noutro objecto diferente, de modo a ser reintroduzido no ciclo económico como matéria-prima secundária, poupando nesse processo muitos recursos naturais, matérias-primas, custos de produção e ainda evitando a poluição. Este processo deve ocorrer sempre que não seja possível deixar de produzir um resíduo ou quando não se encontre outra utilização possível para esse objecto. Para que este processo tenha lugar é fundamental que o resíduo não seja depositado junto com os indiferenciados, mas sim no contentor apropriado da recolha selectiva de materiais ([[Logística/Referências#refbVALORAMBIENTE|VALORAMBIENTEPolítica, 20082010]]).
 
Reciclar tem vantagens ambientais e económicas,são elas :
 
* [[w:economia|Economia]] de energia - fabricar materiais a partir de resíduos consome menos energia do que fabricá-los a partir de matérias [[w:virgem|virgens]]. Muitos dos recursos energéticos que se poupam são fontes de energia não renováveis, como é o caso do [[w:petróleo|petróleo]].
 
* Poupança de matérias-primas – a utilização dos resíduos, provenientes da recolha selectiva, como matérias-primas secundárias, poupa as matérias-primas virgens. Alguns destes recursos naturais têm grande valor, como são os casos da [[w:madeira|madeira]], da [[w:areia|areia]], do petróleo, do [[w:estanho|estanho]] ou do [[w:alumínio|alumínio]].
 
* Redução da quantidade de resíduos a ter como destino final a [[w:incineração|incineração]] e os [[w:aterro|aterros]] – esta redução da quantidade de resíduos depositados no aterro prolonga a vida útil deste e a redução da quantidade de resíduos incinerados implica uma menor quantidade de emissões de [[w:CO2|CO2]].
 
 
Uma grande variedade de materiais pode ser reciclada, são eles os seguintes ([[Logística/Referências#refbRESIDUOSSOLIDOS|Gestão, 2003]]):
 
* '''''Alumínio''''': a reciclagem do alumínio é feita em dois sectores: [[w:lata|latas]] de alumínio e alumínio secundário, incluindo este último caixilharia e [[w:porta|portas]], com qualidade variável. Há muita demanda para latas dado que se gasta menos 95% de energia para obter uma nova lata de alumínio a partir de uma velha do que a partir do [[w:minério|minério]] (bauxite);
 
* [[w:papel|'''''Papel''''']]: os principais tipos de papéis reciclados são [[w:jornal|jornais]] velhos, [[w:cartão|cartões]], papel de alta qualidade e papéis misturados. Cada um destes tipos tem características diferentes em termos de tipo de [[w:fibra|fibra]], origem, homogeneidade e [[w:tinta|tinta]] impressa, tendo consequentemente valores diferentes no mercado;
 
* [[w:plastico|'''''Plástico''''']]: a percentagem de plástico usado que é reciclada ainda é muito baixa;
 
* [[w:vidro|'''''Vidro''''']]: material comummente reciclado, incluindo vidro plano e de garrafas, muitas vezes separado por cor;
 
* '''''Metais ferrosos''''' (ferro e aço): a maior parte do aço reciclado vem dos automóveis, sendo importante também a reciclagem de latas de aço usadas para sumos e alimentos;
 
* '''''Metais não ferrosos''''': são recuperados de vários equipamentos caseiros, como tachos, escadas e mobílias;
 
* [[w:borracha|'''''Borracha''''']], proveniente dos [[w:pneu|pneus]], estando já em funcionamento em [[w:portugal|Portugal]] a [[w:sociedade|Sociedade]] ValorPneu que se encarrega de dar aos pneus o destino adequado.
 
{{AutoCat}}
212

edições