A Cidade do Rio de Janeiro no Século XVII/A Cidade Desce o Morro: diferenças entre revisões

Corrigi erro.
[edição não verificada][edição não verificada]
(Adicionei informação.)
(Corrigi erro.)
O morro da Conceição localiza-se próximo ao morro de São Bento. Seu nome vem de uma capela construída no alto do morro no final do século dezesseis e dedicada a Nossa Senhora da Conceição. No sopé do morro, formou-se o cais utilizado no desembarque dos escravos trazidos da África, na atual região da pedra do Sal, no bairro da Saúde.
[[File:PanoramaRiodeJaneiroThomasEnder.jpg|center|400px|thumb|Vista do Rio de Janeiro, a partir do morro da Conceição]]
[[File:Slave market at Rio de Janeiro.jpg|center|400px|thumb|Mercado de escravos no Rio de Janeiro. Os escravos eram desembarcados, abrigados e vendidos nas imediações do morro da Conceição, atual região portuária do Rio de Janeiro.]]
No início do século, foi aberta a rua dos Pescadores, a atual rua Visconde de Inhaúma, no Centro. Os viajantes estrangeiros a consideravam ''a pior rua do Rio de Janeiro''<ref>http://www.marcillio.com/rio/encerbes.html</ref>. Ao longo do século, começaram as obras de canalização do rio Carioca para abastecer de água o centro da cidade. As obras só viriam a ser concluídas no século seguinte, com a construção dos arcos da Lapa.
 
Em 1622, foi inaugurada a igreja de São Francisco Xavier do Engenho Velho, que daria origem ao bairro da Tijuca. Na época, o santo espanhol acabava de ser canonizado pelo papa Gregório XV<ref>http://www.metrorio.com.br/estacao_saofranciscoxavier.htm</ref>.
[[File:Igreja de São Francisco Xavier do Engenho Velho.jpg|center|300px|thumb|Igreja de São Francisco Xavier do Engenho Velho]]
Em 1624, o temor de um ataque holandêsneerlandês à cidade levou à construção de uma fortaleza na ilha das Cobras, ao lado do morro de São Bento: a fortaleza de São José da ilha das Cobras.
 
Em 1624, foi construída a capela de São Gonçalo em Jacarepaguá, que existe até hoje<ref>http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/hrsxvii.htm</ref>.
2 144

edições