História do Brasil/A Pré-História do Brasil: diferenças entre revisões

Correção de typos e formatação geral utilizando AWB
[edição não verificada][edição verificada]
(Trocando categorização manual por AutoCat (o indexador da categoria estava incorreto) [ usando AWB ])
(Correção de typos e formatação geral utilizando AWB)
Os principais troncos linguísticos do Brasil anterior a Cabral eram:
 
* [[w:Tronco tupi|Tupi]]: Viviam em aldeias de até três mil habitantes e em grandes [[w:oca|oca]]s capazes de abrigar aproximadamente duzentas pessoas. Plantavam mandioca, cará, feijão, pimenta, batata-doce, amendoim, tabaco e algodão através do sistema da coivara, isto é, o plantio após a queima da vegetação nativa e posterior migração com o esgotamento do solo. Teriam descido das terras altas peruanas em 5.000 a.C. concentrado-se em regiões do atual estado de [[w:Rondônia|Rondônia]] e posteriormente, em 500 a.C, teriam se dividido em dois ramos empreendendo nova migração, um ocupando as terras amazônicas e outro o litoral.
* [[w:Macro-jê|Macro-jê]]: Ocupam o centro do Brasil atual, desde o sertão nordestino até o Planalto Central e o Sul vindos talvez dos Andes em 2.000 a.C. Cultivam o milho e o feijão, principalmente, este último adorado pelos ameríndios das tribos Xavante e Bororó. Vivem em aldeias de até mil indivíduos divididas por sua vez em metades simétricas, as quais comandam as aldeias em épocas alternadas, na seca e na época de chuvas. Têm o hábito de adornar o corpo com pinturas e com o [[w:batoque|batoque]], objeto de madeira utilizado nas orelhas ou no lábio inferior.
* [[w:Línguas aruak|Aruak]] ou Nu-aruak: Povos que ocupavam regiões amazônicas e andinas, em especial ao norte da América do Sul.
 
== Referências ==
{{Reflist}}
<div class="references-small">
<references />
</div>
 
{{Esboço/Humanas}}
19 639

edições