Diferenças entre edições de "Português/Acentuação e sinais auxiliares da escrita/Acento agudo e circunflexo"

 
==Acento diferencial==
O acento diferencial não segue as regras acima e somente são usados para distinguir uma palavra homônima ou homógrafa da outra. Anterior ao acordo ortográfico de 1990, existiam uma quantidade pequena de palavras com este acento, atualmente elas são muito poucas:
* É facultativo (depende da região) usar para diferenciar o pretérito perfeito indicativo do presente indicativo, quando possuem a mesma escrita mas não a mesma pronúncia, nestes casos, acentua-se o pretérito perfeito (ex.: ''amamos'' → presente; ''amámos'' → pretérito). No verbo ''poder'' é obrigatoria essa regra (''pode'' → presente; ''pôde'' → pretérito). Esta regra não é válida se a vogal é repetida (ex.: ''veem'');
* Nunca se usa acento diferencial com [[Português/Classificação das palavras/Preposições|preposições]] e [[Português/Classificação das palavras/Preposições/Contrações|contrações]] que tenham preposição (ex.: ''para'' → preposição; ''para'' → afirmativo do verbo ''parar''/''pelo'' → contração; ''pelo'' → substantivo/''pera'' → contração arcaíca; ''pera'' → substantivo/''polo'' → contração arcaíca; ''polo'' → substantivo), exceto o infinitivo do verbo ''pôr'' para diferenciar da preposição ''por'';
* Os verbos terminados em ''guar'', ''quar'' e ''quir'', quando no presente do indicativo, do subjuntivo ou no imperativo, admitem duas pronúncias: quantoquando pronunciadas com ''a'' ou ''i'' tónicos (tônicos), são acentuadas. Se forem pronunciadas com ''u'' tónico (tônico), não serão acentuadas;
* O acento diferencial para as palavras ''forma'' e ''fôrma'' é facultativo;
* Obrigatoriamente, usa-se o acento diferencial para diferenciar o plural do singular em verbos como ''ter'' e ''vir'' (ele ''vem/tem'' → singular; eles ''vêm/têm'' → plural).
 
Outros casos de acento diferencial:
5 327

edições