Diferenças entre edições de "Introdução à língua portuguesa/Classificação das palavras/Verbos"

m
Foram revertidas as edições de 187.7.220.196 (disc) para a última versão por MGFE Júnior
(Página substituída por ''''''Texto a negrito''<u><s>text</s>eu so gay gente</u>'''')
m (Foram revertidas as edições de 187.7.220.196 (disc) para a última versão por MGFE Júnior)
{{ILP-PT|Classificação das palavras/Verbos|Verbos}}
'''''Texto a negrito''<u><s>text</s>eu so gay gente</u>'''
{{TOC-direita}}
Os verbos são palavras que possuem uma grande importância sintática na frase. Suas características são:
*Indicar estado e ação;
*Necessitar ou não de um complemento;
*Poder ser passivo, ativo ou reflexivo;
*Flexionar-se em número e pessoa, concordando;
*Atrubuir um certo significado à frase nos diferentes modos verbais;
*Poder estar no passado, presente ou futuro;
*Certos verbos, formam tempos que não representam nem passado, presente ou futuro (veja no wikilivro ''Português: [[Português/Classificação das palavras/Verbos/Uso|verbos auxiliares]]'').
 
===Reconhecendo o verbo===
Observe a seguinte frase:
:''Eu viajei de avião.''
Podemos observar que nesta frase existe um vocábulo que representa ação, ou seja, verbo: ''viajei''.
:''Nós vimos o incidente.''
Nesta frase, observamos o mesmo, o vocábulo que representa a ação é o verbo ''vimos''.
:''Eles chegaram a tempo.''
Observamos novamente um verbo, ''chegaram''.
 
===Flexões verbais===
O verbo pode se alterar para que haja uma informação de tempo em que a ação ocorreu:
:''Eu viajarei de avião.''
:''Eu viajo de avião.''
:''Eu viajei de avião.''
Na primeira frase, o verbo ''viajarei'' está no futuro, na segunda, o verbo ''viajo'' no presente, e na terceira, o verbo ''viajei'' está no passado. Note que o restante da frase não se alterou, há exceções, apenas quando existe na frase um advérbio de tempo:
:''Eu viajarei de avião amanhã.''
O verbo está no futuro porque o advérbio de tempo ''amanhã'' indica este tempo.
Além de o verbo se flexionar em tempo, ele se flexiona em modo:
*[[/Modo indicativo/]]: indica uma ação ou um estado certo.
:''Nós '''vimos''' o incidente.''
*[[/Modo subjuntivo/]]: indica uma ação ou estado hipótetico.
:''Se nós '''víssemos''' o incidente.''
*[[/Modo imperativo/]]: indica uma ordem, conselho ou pedido.
:'''''Vejamos''' nós o incidente.''
 
Além de o verbo poder flexionar-se em tempo e modo, pode também flexionar-se em número e pessoa:
:'''''Eu viajei''' de avião.''
:'''''Tu viajaste''' de avião.''
:'''''Ele viajou''' de avião.''
:'''''Nós viajamos''' de avião.''
:'''''Vós viajastes''' de avião.''
:'''''Eles viajaram''' de avião.''
Observe que ao mudar o pronome reto (''eu, tu, ele, nós, vós, eles''), há alteração da forma verbal (''viajei, viajaste, viajou, viajamos, viajastes, viajaram'').
 
===Concordância verbal===
:[[Ficheiro:Crystal Clear app xmag.png|16px]] ''Ver artigo principal: [[Introdução à língua portuguesa/Concordância|Concordância]]''
O verbo sempre se comporta na frase quando há uma alteração nesta. Veja:
:''Na semana passada eu comprei um livro.'' - a locução adverbial de tempo ''na semana passada'' faz haver concordância, já que âmbos, verbo e advérbio estão no passado.
:''Agora eu compro um livro.'' - o mesmo ocorre aqui, porém no presente, que é indicado pelo advérbio ''agora''.
:''Na próxima semana eu comprarei um livro.'' - igualmente o mesmo acontece aqui, mas no futuro, que é indicado pela locução adverbial ''na próxima semana''.
 
===Regência verbal===
:[[Ficheiro:Crystal Clear app xmag.png|16px]] ''Ver artigo principal: [[Introdução à língua portuguesa/Transitividade verbal|Regência verbal]]''
Alguns verbos necessitam de complemento para que seu sentido esteja completo. Este estudo do verbo é sintático e chama-se regência ou transitividade. Veja:
:''Eu viajei.'' - o verbo ''viajei'' não necessita de complemento, podemos entender a frase normalmente.
:''Eu lembrei.'' - parece que o sentido do verbo ''lembrei'' não está completo, falta alguma coisa na frase. Eu lembrei de quê?
:''Eu lembrei de você.'' - neste caso, a frase possui um sentido completo, ela está perfeitamente compreensível.
O termo que deu sentido ao verbo chama-se ''complemento verbal'', e o verbo ''lembrei'', ''transitivo''. Já o verbo ''viajei'', que não necessita de complemento verbal, chama-se ''intransitivo''.
 
===Vozes verbais===
:[[Ficheiro:Crystal Clear app xmag.png|16px]] ''Ver artigo principal: [[/Vozes/]]''
Aqueles verbos que exigem complemento que não tenha preposição podem apresentar duas formas, a voz ativa e a voz passiva:
*Voz ativa: o sujeito da frase faz uma ação.
:''Na semana passada eu comprei um livro.''
*Voz passiva: o sujeito recebe a ação.
:''Um livro foi comprado por mim na semana passada.''
Pode acontecer de um sujeito fazer e receber a ação, nestes casos a voz verbal é a ''voz reflexiva''.
 
===Predicativo===
:[[Ficheiro:Crystal Clear app xmag.png|16px]] ''Ver artigos principais: [[/Verbos de ligação/]]'' e ''[[Introdução à língua portuguesa/Termos essenciais/Predicado|Predicativo]]''
Os verbos que representam estado chamam-se ''verbos de ligação''. Eles formam o predicativo do sujeito, porque os adjetivos estão separados por tal verbo:
:''Comprei um livro ótimo.'' → frase sem predicativo
:''Aquele livro é ótimo.'' → frase com predicativo (verbo de ligação = ''é'')
Veja que realmente o verbo ''é'' da um sentido de estado, o estado de ''aquele livro'' é o estado ''ótimo''.
{{AutoCat}}
35

edições