Diferenças entre edições de "Química inorgânica/Introdução/Íons e a regra do octeto/Nomenclatura de cátions e ânions"

sem resumo de edição
__NOTOC__
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Nomenclatura de cátions===
Imagine se toda vez que nos referíssimos a cum composto tivéssemos que falar sua fórmula química. Ou pior, se tivéssemos de desenhá-lo! Felizmente, todos os compostos possuem um nome. Apesar de estes nomes nem sempre serem simples, eles auxiliam bastante na identificação de um composto. Os nomes dos compostos são formados pelo nome do cátion e do ânion:
 
A nomenclatura que os cátions recebem é o nome do próprio elemento. Caso se trate de um elemento polivalente, ou de um íon incomum, é importante expôr a carga. Outro método de nomear cátions de átomos polivalentes é pelo acrescimo dos sufixos -oso (para o de menor valência) e -ico (para o de maior valência) ao elemento. Normalmente, os sufixos somente são acrescentados aos cátions ferro, cobalto e cobre. Assim:
*<math>\mathbf{Ca^{2+}}</math> → Cátion cálcio (valência comum);
*<math>\mathbf{Ca^+}</math> → Íon cálcio-I (íon incomum);
*<math>\mathbf{Fe^{2+}}</math> → Íon ferro-II ou cátion ferroso (átomo polivalente);
*<math>\mathbf{Fe^{3+}}</math> → Íon ferro-III ou cátion férrico (átomo polivalente).
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Nomenclatura de ânions===
<center>
<math>
\overrightarrow{\mathbf{Si} \quad \mathbf{B} \quad \mathbf{Te} \quad \mathbf{As} \quad \mathbf{P} \quad \mathbf{H} \quad \mathbf{At} \quad \mathbf{Se} \quad \mathbf{C} \quad \mathbf{S} \quad \mathbf{I} \quad \mathbf{Br} \quad \mathbf{N} \quad \mathbf{Cl} \quad \mathbf{O} \quad \mathbf{F}}</math>
</center>
Para nomear um ânion, basta acreescentar o sufixo -eto ao elemento. Em alguns casos, deve-se retirar algumas sílabas do elemento. Exemplo:
*<math>\mathbf{H^{-}}</math> → hidreto;
*<math>\mathbf{N^{3-}}</math> → nitreto;
*<math>\mathbf{Se^{2-}}</math> → seleneto;
*<math>\mathbf{Te^{2-}}</math> → telureto;
*<math>\mathbf{As^{3-}}</math> → arsenieto.
As exceções são O<sup>2-</sup> (óxido) e S<sup>2-</sup> (sulfeto). O C<sup>4-</sup> pode se chamar carbeto ou carboneto.
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Nomenclatura de ânions oxigenados===
Muitos ânions aparecem oxigenados. Nestes casos, a nomenclatura deve ser feita da seguinte maneira:
*Se o ânion tem a menor quantidade possível de oxigênio, acrescenta-se o prefixo hipo- e o sufixo -ito ao elemento:
::<math>\mathbf{(ClO)^{-}}</math> → hipoclorito;
::<math>\mathbf{(IO)^{-}}</math> → hipoiodito;
*Se o ânion tem a segunda menor quantidade possível de oxigênio, somente se acrescenta o sufixo -ito ao elemento:
::<math>\mathbf{(ClO_2)^{-}}</math> → clorito;
::<math>\mathbf{(IO_2)^{-}}</math> → iodito;
*Se o ânion tem a terceira menor quantidade possível de oxigênio, somente se acrescenta o sufixo -ato ao elemento:
::<math>\mathbf{(ClO_3)^{-}}</math> → clorato;
::<math>\mathbf{(IO_3)^{-}}</math> → iodato;
*Se o ânion apresenta outra quantidade de oxigênio, acrescnta-se o prefixo hiper- ou per- e o sufixo -ato ao elemento:
::<math>\mathbf{(ClO_4)^{-}}</math> → (hi)perclorato;
::<math>\mathbf{(IO_4)^{-}}</math> → (hi)periodato.
Observe que, independentemente da quantidade de átomos oxigênio no ânion, a carga permanece sempre a mesma.
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Atenção: ânions nitrogenados===
Com ânions nitrogenados deve-se ter uma atenção especial. Como o nitrogênio forma ligações dativas, os ânions oxigenados não se comportam da maneira esperada. Acompanhe os ânions compostos de nitrogênio e oxigênio:
::<math>\mathbf{(N_2O_2)^{2-}}</math> → hiponitrito;
::<math>\mathbf{(NO_2)^{-}}</math> → nitrito;
::<math>\mathbf{(NO_3)^{-}}</math> → nitrato.
Veja que o hiponitrito não apresenta a fórmula esperada. Isto ocorre porque a fórmula esperada (NO) é uma fórmula estável, e não um ânion. No monóxido de nitrogênio (NO), o nitrogênio faz ligação dupla com o oxigênio e uma ligação dativa, formando o octeto.
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Nomenclatura de ânions hidrogenados===
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Nomenclatura de cátions===
A nomenclatura que os cátions recebem é o nome do próprio elemento. Caso se trate de um elemento polivalente, ou de um íon incomum, é importante expôr a carga. Outro método de nomear cátions de átomos polivalentes é pelo acrescimo dos sufixos -oso (para o de menor valência) e -ico (para o de maior valência) ao elemento. Normalmente, os sufixos somente são acrescentados aos cátions ferro, cobalto e cobre. Assim:
*<math>\mathbf{Ca^{2+}}</math> → Cátion cálcio (valência comum);
*<math>\mathbf{Ca^+}</math> → Íon cálcio-I (íon incomum);
*<math>\mathbf{Fe^{2+}}</math> → Íon ferro-II ou cátion ferroso (átomo polivalente);
*<math>\mathbf{Fe^{3+}}</math> → Íon ferro-III ou cátion férrico (átomo polivalente).
 
 
{{autocat}}
5 327

edições