Diferenças entre edições de "Química inorgânica/Introdução/Íons e a regra do octeto/Nomenclatura de cátions e ânions"

|}
</center>
 
Pela grande variabilidade de calcogenetos, eles possuem nomenclaturas próprias:
 
<center><math>\mathbf{Quantidade + elemento + NOX}</math></center>
*Os prefixos ''mono, di, tri, tetra'', etc indicam a quantidade de um determinado elemento em um calcogento;
*Os sufixos ''ito'' e ''ato'' indicam a quantidade de elétrons dos calcogenetos envolvidos em ligações (número de oxidação -NOX), sendo 4 e 6, respectivamente. Caso haja as duas quantidades (uma para cada átomo), usa-se o sufixo ''ito'' e as raizes ''tio, seleno'' ou ''teluro'';
*Utiliza-se as raizes ''tio, seleno'' ou ''teluro'' caso os calcogênios estejam ligados, senão, utiliza-se ''sulf, selen'' ou ''telur'';
*No caso de estarem separados por um oxigênio, pode-se escolher o prefixo da quantidade ou o prefixo ''piro''. Se forem dois oxigênios, é obrigatório utilizar antes do prefixo da quantidade o morfema ''peroxo''.
 
Exemplos:
{| {{prettytable}}
![[Imagem:Tetrathionate-ion-2D.png|180px|thumb|left]]
|
*O ânion é formado por quatro calcogênios diferentes de oxigênio, e então, tem o prefixo ''tetra'';
*Os dois calcogênios principais (que se ligam aos oxigênios) têm seis elétrons envolvidos em ligações, portanto, recebe o sufixo ''ato'';
*Como os enxofres estão ligados, recebem a raiz ''tio'';
*Seu nome é '''tetrationato'''.
|-
![[Imagem:Dithionit-Ion.svg|180px|thumb|left]]
|
*O ânion é formado por dois calcogênios diferentes de oxigênio, e então, tem o prefixo ''di'';
*Cada calcogênio tem quatro elétrons envolvidos em ligações (um entre os enxofres, um entre cada oxigênio, e um de uma ligação dativa entre um dos oxigênios), portanto, recebe o sufixo ''ito'';
*Como os enxofres estão ligados, recebem a raiz ''tio'';
*Seu nome é '''ditionito'''.
|-
![[Imagem:Disulfit-Ion2.svg|150px|thumb|left]]
|
*O ânion é formado por dois calcogênios diferentes de oxigênio, e então, tem o prefixo ''di'';
*Enquanto um enxofre tem NOX 6, o outro tem NOX 4. Desta forma, recebe a raiz ''sulf'' e o sufixo ''ito'';
*O ânion já tem uma raiz;
*Seu nome é '''dissulfito'''.
|-
![[Imagem:Peroxodisulfate-2D.png|180px|thumb|left]]
|
*O ânion é formado por dois calcogênios diferentes de oxigênio, e então, tem o prefixo ''di'';
*Os dois enxofres tem NOX 6, logo, o sufixo é ''ato'';
*Já que os enxofres não estão ligados, a raiz é ''sulf'';
*Pelo fato de haver dois oxigênios separando-os, acrescenta-se o morfema ''peroxo'';
*Seu nome é '''peroxodissulfato'''.
|}
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Nomenclatura de ânions hidrogenados===
5 327

edições