Português/Termos integrantes/Complemento verbal/Objeto indireto: diferenças entre revisões

erros ortográficos
(erros ortográficos)
 
'''Objeto indireto''' é o termo que tem o propósito de [[Português/Termos integrantes/Complemento Verbal|complementar um verbo]] transitivo indireto.
 
Caracteriza-se pela precedência de [[Português/Classificação das palavras/Preposições|preposição]] quando essencial para o entendimento, seja expressa ou não, podendo ainda estar [[Português/Classificação das palavras/Preposições/Contrações|contraída]], formando o [[Português/Análise sintática/Sintagma|sintagma]] preposicional dentro do sintagma verbal. São os [[Português/Classificação das palavras/Pronomes/Pessoais|pronomes oblíquos]] tônicos que referem-se às pessoas do discurso nestes. Assim como o objeto direto, o objeto indireto pode ser [[Português/Termos integrantes/Complemento Verbal/Pleonasmo|pleonáticopleonástico]]. Exemplos:
 
* ''Todos precisam '''de afeto'''''.
* ''Refiro-me '''a ela'''''.
 
{{aviso|Só fazem parte do obejetoobjeto direto e indireto palavras referentes a seres animados ou inanimados (fazem-se as perguntas ao verbo: ''O quê?'' e ''Quem?''), as palavras referêntesreferentes ao tempo ou lugar são chamadas de termos acessórios, que normalmente são advérbios/locuções adverbiais.}}
 
{{AutoCat}}
Utilizador anónimo