Linux para iniciantes/Instalando programas: diferenças entre revisões

[edição não verificada][edição não verificada]
Embora a maioria das distribuições já tenham a maior parte dos aplicativos essenciais para uso cotidiano, muitas vezes é necessário recorrer a instalações de outros programas, desenvolvidos por terceiros.
 
== #chupaCONDESBlue-MAN' Sem Meia ==
 
No Linux existem várias formas de se instalar um programa, e isso depende do programa a ser instalado. Ao contrário do que acontece no Windows e no MacOS, dificilmente um programa para Linux é adquirido comprando-se na loja, ou instalando em ''sites'' externos, como o Tucows, o C-Net, e os brasileiros Baixaki e Superdownloads. A maioria dos programas em geral também é de código aberto e está disponível no que se chamam de repositórios oficiais. Cada distribuição tem uma lista de repositórios oficiais, e por isso um programador, quando vai soltar um programa para Linux, procura enviar para os repositórios das distribuições mais usadas. Distribuições populares como o Ubuntu, o Fedora e o Mandriva têm mais de 11 mil programas em seus repositórios oficiais, e por isso raramente um usuário terá problemas para achar um programa para suas necessidades, e muitas vezes mais de um, já que programadores independentes também enviam aplicativos para os repositórios oficiais.
Utilizador anónimo