Teoria musical/Acordes: diferenças entre revisões

23 395 bytes adicionados ,  4 de agosto de 2015
sem resumo de edição
[edição não verificada][edição não verificada]
(Criou a página com "g")
Etiqueta: página nova muito curta
 
Sem resumo de edição
 
g
[[Ficheiro:Frets,_guitar_neck,_C-major_chord.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Frets,_guitar_neck,_C-major_chord.jpg|right|thumb|200x200px|Acorde C/G (Dó maior com baixo em Sol ou 2° inversão de Dó) em um [[w:Violão|violão]].]]
 
Um '''acorde''', na [[w:Música|música]], é qualquer conjunto [[w:Harmonia|harmônico]] de três ou mais notas que se ouve como se estivessem soando [[w:Simultaneidade_(música)|simultaneamente]] <ref>{{Citar livro |autor = <tt><big>B</big><small>ENWARD</small></tt>, Bruce|coautores = <tt><big>S</big><small>AKER</small></tt>, Marilyn Nadine|ano = 2003|título = Music|subtítulo = In Theory and Practice|volume = I|página = 67 & 359|língua = en|edição = 7ª|ISBN = 978-0-07-294262-0|editora = McGraw-Hill|notas = "A ''chord'' is a harmonic unit with at least three different tones sounding simultaneously." "A combination of three or more pitches sounding at the same time."}}</ref><ref>{{Citar livro |título = Introducing Music|sobrenome = Károlyi|nome = Otto|ano = 1965|editora = Penguin Books|página = 63|língua = en|notas = "Two or more notes sounding simultaneously are known as a ''chord''".}}</ref> Elas não precisam realmente ser tocadas juntas: [[w:Arpejo|Arpejos]] e acordes quebrados podem, para muitos propósitos práticos e teóricos, constituirem acordes. Acordes e [[w:Progressão_harmônica|sequências de acordes]] são freqüentemente usados na música moderna ocidental, da Oceania<ref>Linkels, Ad, ''The Real Music of Paradise"'', In <code><big>B</big><small>ROUGHTON</small></code>, Simon and <code><big>E</big><small>LLINGHAM</small></code>, Mark with <code><big>M</big><small>cCONNACHIE</small></code>, James & <code><big>D</big><small>UANE</small></code>, Orla (Ed.)</ref><ref>{{Citar livro |título = World Music|volume = 2|subtítulo = Latin & North America, Caribbean, India, Asia and Pacific|página = 218–229|língua = en|editora = Rough Guides Ltd, Penguin Books|editor = <tt><big>B</big><small>ROUGHTON</small></tt>, Simon; <tt><big>E</big><small>LLINGHAM</small></tt>, Mark & <tt><big>T</big><small>RILLO</small></tt>, Richard|páginas = 673|ISBN = 1-85828-636-0}}</ref> e do oeste africano<ref>{{Citar web |primeiro = Mitchell|último = Barry|data = 16 de janeiro de 2008|url = http://theoryofmusic.wordpress.com/2008/01/16/an-explanation-for-the-emergence-of-jazz-1956/|título = An explanation for the emergence of Jazz (1956)]|publicado = Theory of Music|língua2 = en}}</ref>, enquanto eles estão ausentes na música de muitas outras partes do mundo.
 
Os acordes mais frequentes são as [[w:Tríade|tríades]], assim chamados porque eles consistem de três notas distintas; notas ainda podem ser adicionadas para formar [[w:Acorde_de_sétima|acordes de sétima]], [[w:Acorde_estendido|acordes estendidos]], ou [[w:Acorde_com_nota_adicionada|acordes com nota adicionada]]. Os [[w:Acordes_comuns|acordes mais comuns]] são as tríades [[w:Acorde_maior|maiores]] e [[w:Acorde_menor|menores]] e, em seguida, as tríades [[w:Tríade_aumentada|aumentadas]] e [[w:Tríade_diminuta|diminutas]]. As descrições ''maior'', ''menor'', ''aumentado'' e ''diminuto'' são muitas vezes referidos coletivamente como ''qualidades'' dos acordes. Acordes também são comumente classificados pela sua nota [[w:Raiz_(acorde)|raiz]], por exemplo, o acorde '''C''' pode ser descrito como uma tríade de qualidade maior construída sobre a nota '''C'''. Acordes também podem ser classificados por [[w:Inversão_(música)|inversão]], a ordem em que as notas são empilhadas .
 
Uma série de acordes é chamado de uma [[w:Progressão_harmônica|progressão harmônica]].
Apesar de todo o acorde poder, em princípio, ser seguido por qualquer
outro acorde, certos padrões de acordes foram aceitos como [[w:Chave_(música)|chave]] estabelecida, na [[w:Período_da_prática_comum|harmonia da prática comum]]. Para descrever isso, os acordes são numerados com [[w:Algarismos_romanos|algarismos romanos]], subindo a partir da nota-chave<ref name="Schoenberg">{{Citar livro |nome = Arnold|sobrenome = Schoenberg|título = Structural Functions of Harmony|editora = Faber and Faber|ano = 1983|página = 1-2|língua = en}}</ref> (Veja [[w:Função_diatônica|função diatônica]]). Formas comuns de [[w:Acorde#Notação|notação ou representação de acordes]]<ref name="B&S">{{Citar livro |autor = <tt><big>B</big><small>ENWARD</small></tt>, Bruce|coautores = <tt><big>S</big><small>AKER</small></tt>, Marilyn Nadine|ano = 2003|título = Music|subtítulo = In Theory and Practice|volume = I|página = 77|língua = en|edição = 7ª|ISBN = 978-0-07-294262-0|editora = McGraw-Hill}}</ref> na música ocidental que não seja a notação convencional incluem [[w:Algarismos_romanos|algarismos romanos]], [[w:Baixo_cifrado|baixo cifrado]] (muito usado na [[w:Música_barroca|era barroca]]), [[w:Macro-análise|símbolos de macro]] (às vezes utilizados na [[w:Musicologia|musicologia]] moderna), e vários sistemas de [[w:Carta_de_acorde|cartas de acordes]] tipicamente encontrados nas [[w:Lead_sheet|lead sheets]] utilizadas na [[w:Música_popular|música popular]] para demonstrar a sequência de acordes para que o músico possa tocar acordes de acompanhamento ou improvisar um solo.
 
== História ==
{{sem-fontes|data = dezembro de 2009}}
{{Artigo principal|Harmonia (música)}}
[[Ficheiro:Mussorgsky_Pictures_at_an_Exhibition,_chords.PNG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Mussorgsky_Pictures_at_an_Exhibition,_chords.PNG|right|thumb|300x300px|Mussorgsky's ''Pictures at an Exhibition'' "Promenade", is a piece showing an explicit chord progression.(Nattiez 1990, p. 218) {{audio|Mussorgsky Pictures at an Exhibition, chords.mid|Play}}]]
 
A não notação da música no período anterior à [[w:Idade_Média|Idade Média]]
não nos permite especular sobre a utilização dos acordes na música dos
povos antigos, mas as características de alguns instrumentos, como a [[w:Cítara|cítara]],
a qual permite a execução de várias notas juntas, nos leva a pensar na
possibilidade de seu uso. Na música ocidental, os acordes aparecem com o
surgimento da [[w:Polifonia|polifonia]]. No entanto, apesar de ocorrerem naturalmente no encontro de notas entre duas ou mais [[w:Voz|vozes]], a música polifônica foi pensada muito mais como uma sobreposição de linhas melódicas do que uma formação [[w:Harmonia|harmônica]]. Nos primeiros [[w:Moteto|motetos]] silábicos seria pressentida a origem de uma organização vertical na música, reforçado pelo movimento [[w:Cadência|cadencial]], que foi tomando importância com o passar dos séculos. O estilo '''falso [[w:Bordão|bordão]]''' inglês, representado principalmente por [[w:Dunstable|Dunstable]], pode ser considerado uma primeira tentativa de organização vertical da música, pela sobreposição de terças (Ver [[w:Terça_maior|Terça maior]] e [[w:Terça_menor|Terça menor]]) e sextas no encontro de notas entre as vozes. Mas, apesar da crescente conscientização das possibilidades harmônicas, só no [[w:Barroco|Barroco]],
com a funcionalização da harmonia, esta ocorreu de fato. A escolha
pelos modos maior e menor contribuiu para a teorização das leis dos
acordes, onde sua concatenação partirá do pressuposto que todos os
acordes baseados nas [[w:Acorde#tríade|tríades]] montadas sobre uma [[w:Escala_diatônica|escala diatônica]] se relacionam com as funções principais em uma música, isto é, funções de tônica, dominante ou subdominante.
 
Os acordes eram montados principalmente a quatro vozes,
sendo a quarta voz uma duplicação da nota de outra voz, normalmente a
fundamental ou a [[w:Quinta_(música)|quinta]].
O acréscimo de novas notas ao chamado acorde de quatro notas se fará de
duas maneiras distintas. A primeira, a quarta nota deixa de duplicar
uma das vozes e passa a representar um '''retardo'''
proveniente do acorde anterior, resolvendo em uma nota formativa do
acorde. A outra maneira foi a inclusão de uma nota estranha ao acorde a
partir do acréscimo de mais uma terça à tríade, formando o intervalo de [[w:Sétima_(música)|sétima]]
entre a fundamental e a nota acrescentada. Da primeira maneira,
aparecem os acordes de 4ª e 6ª apojaturas, e da segunda, os acordes de
7ª (com destaque para o acorde formado sobre a tríade da dominante).
Posteriormente, mais terças foram acrescentadas ao acorde de 7ª da
dominante, formando o acorde de 9ª, com o acréscimo de uma terça, e o de
13ª, com o acréscimo de 3 terças à tríade do acorde. Posteriormente, a
6ª seria acrescentada ao acorde não na posição de 13ª, mas formando um
intervalo de 2ª com a 5ª do acorde. Mais tarde, no [[w:Romantismo|romantismo]] ([[w:Século_XIX|século XIX]]), novas escalas são inseridas, tirando a música do âmbito tonal e diatônico.
 
A utilização de acordes alterados, isto é, acordes com
notas estranhas à escala em que ele está inserido, amplia ainda mais os
recursos de expressão dos [[w:Compositor|compositores]]. A inversão de acordes, propriamente dita, ocorre por várias vezes, causando uma "falsa idéia" aos [[w:Ouvido|ouvidos]], fazendo, por vezes leigos, escreve-los erradamente, como por exemplo, em uma inversão do acorde de [[w:Dó_maior|dó maior]] ([[w:Dó|dó]], [[w:Mi_(nota)|mi]], [[w:Sol_(nota)|sol]]),
qual seja mi, sol, dó; por vezes é escrito como mi menor com sexta, ao
invés de dó maior em sua primeira inversão. Ocorria também a utilização
de notas comuns a vários acordes de forma sustentada, que recebia o nome
de [[w:Pedal_(música)|pedal]], ostinado ou obstinado, assim causava-se uma certa inquietação aos ouvidos com uma impressão de notas intemináveis, como nas [[w:Cadência_rítmica|cadências]] plagais (I, IV, VI) e ainda com um efeito antiplágio de músicos limitados não conseguirem distinguir perfeitamente o [[w:Tom|tom]] (modus) no qual a música era executada.
 
== Tríade ==
{{Artigo principal|Tríade}}
 
[[Ficheiro:Triade.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triade.JPG|right|500x500px]]
 
'''Tríade''' é um acorde de 3 notas montado sobre uma [[w:Escala_musical|escala]],
normalmente a diatônica, com a sobreposição de duas terças. Suas três
notas constituintes são a fundamental, nota mais grave e que dá o nome
ao acorde, a 3ª, também chamada nota modal, que determina o caráter do
acorde (maior ou menor) e a 5ª.
 
Existem 4 tipos de tríades possíveis de serem montadas a partir das escalas diatônicas maior e menor. São elas:
:: [[Ficheiro:Triades_sobre_do_maior.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triades_sobre_do_maior.JPG|left|300x300px]][[Ficheiro:Triade_sobre_la_menor.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triade_sobre_la_menor.JPG|300x300px|Tríades sobre a escala de lá menor harmônica.]]
 
** Tríade maior: um intervalo de 3ª maior sob um intervalo de 3ª menor, formando o intervalo de 5ª justa entre a primeira e a terceira nota da tríade. É encontrado nos graus I, IV e V da escala diatônica maior e nos graus V e VI da escala menor harmônica.
:: [[Ficheiro:Triades_maiores_sobre_do_maior.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triades_maiores_sobre_do_maior.JPG|left|300x300px]][[Ficheiro:Triades_maiores_sobre_la_menor.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triades_maiores_sobre_la_menor.JPG|300x300px|Tríades maiores na escala de lá menor harmônica.]]
 
** Tríade menor: um intervalo de 3ª menor sob um intervalo de 3ª maior, formando o intervalo de 5ª justa entre a primeira e a terceira nota da tríade. É encontrado nos graus II, III e VI da escala maior e nos graus I e IV da escala menor harmônica.
:: [[Ficheiro:Triades_menores_sobre_do_maior.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triades_menores_sobre_do_maior.JPG|left|300x300px]][[Ficheiro:Triades_menores_sobre_la_menor.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triades_menores_sobre_la_menor.JPG|300x300px|Tríades menores na escala de lá menor harmônica.]]
 
** Tríade diminuta: um intervalo de 3ª menor sob outro intervalo de 3ª menor, formando o intervalo de 5ª diminuta entre a primeira e a terceira nota da tríade. É encontrado no grau VII da escala maior e nos II e VII graus da escala menor harmônica.
:: [[Ficheiro:Triade_diminuta_sobre_do_maior.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triade_diminuta_sobre_do_maior.JPG|left|300x300px]][[Ficheiro:Triades_diminutas_sobre_la_menor.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triades_diminutas_sobre_la_menor.JPG|300x300px|Tríades diminutas na escala de lá menor harmônica.]]
 
** Tríade aumentada: um intervalo de 3ª maior sob outro intervalo de 3ª maior, formando o intervalo de 5ª aumentada entre a primeira e a terceira nota da tríade. É encontrado no grau III da escala menor harmônica.
[[Ficheiro:Triade_aumentada_sobre_la_menor.JPG|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Triade_aumentada_sobre_la_menor.JPG|centre|300x300px]]
Todos os acordes seguem um padrão relativo,e nesses casos é necessário obedecer esses padrões.
existem dois tipos básicos de acordes: consonantes e dissonantes (Ver [[w:Consonância_e_dissonância|consonância e dissonância]]).
consonantes:
acordes básicos normais, que seguem padrões naturais, sem alterações.
ex:dó maior.
dissonates: acordes com baixos variados, geralmente com a terça como
baixo. Mas nesses acordes existem variações,pois também é possivel que a
quinta seja o baixo no acorde, nesses casos os acordes são chamados de
dissonantes.
ex: ré maior com fá sustenido no baixo.
existe uma divisão mais complexa dos acordes,classificando-os em quatro
tipos de acordes: maior, menor, diminuta e aumentada.
maior: acordes com o baixo, terça e quinta justa (normais)
menor: baixo e quinta normais, mais a terça é [[w:Bemol|bemol]] (menor)
diminuta: acordes com baixo justo, com terça menor(bemol), quinta bemol, e sétima menor (bemol).
aumentado: baixo e terça justas, e quinta [[w:Sustenido|sustenida]] (aumentado)
 
== Tipos ==
Os acordes podem ser classificados quanto à:
 
* Posição
** cerrada: não há espaço para a colocação de nenhuma nota formadora do acorde entre as vozes de [[w:Soprano|soprano]] e [[w:Contralto|contralto]] ou as vozes de contralto e [[w:Tenor|tenor]].
** aberta: há espaço para a colocação de notas formadoras do acorde entre as vozes de [[w:Soprano|soprano]] e [[w:Contralto|contralto]] ou as vozes de contralto e [[w:Tenor|tenor]].
 
* Nota do soprano: define-se a posição de oitava, de terça ou de quinta a partir do aparecimento dessas notas no soprano.
 
* Tríade formadora:
** Perfeito maior: quando é formado sobre uma tríade maior.
** Perfeito menor: quando é formado sobre uma tríade menor.
** Imperfeito: quando é formado sobre uma tríade diminuta ou aumentada.
 
* Inversão:
** Estado fundamental: a primeira nota formadora do acorde (fundamental) aparece como base do acorde.
** Primeira inversão: a segunda nota formadora do acorde (3ª) aparece como base do acorde
** Segunda inversão: a terceira nota formadora do acorde (5ª) aparece como base do acorde
 
* Modo de execução:
** Simultâneo: as notas são executadas ao mesmo tempo.
** [[w:Arpejo|Arpejado]]: as notas são executadas uma após a outra.
 
* Quantidade de notas: os acordes podem ter 3, 4, 5, 6, etc. notas diferentes em sua formação
 
== Notação ==
* Os acordes aparecem notados com a primeira letra maiúscula quando se tratar de um acorde perfeito maior:
 
: [[w:Dó|Dó]] - dó maior
: [[w:Ré_(nota)|Ré]] - ré maior
: [[w:Mi_(nota)|Mi]] - mi maior
: [[w:Fá|Fá]] - fá maior
: [[w:Sol_(nota)|Sol]] - sol maior
: [[w:Lá|Lá]] - lá maior
: [[w:Si_(nota)|Si]] - si maior
 
* Os acordes aparecem notados com a primeira letra minúscula quando se tratar de um acorde perfeito menor:
 
: dó - [[w:Dó_menor|dó menor]]
: ré - [[w:Ré_menor|ré menor]]
: mi - [[w:Mi_menor|mi menor]]
: fá - [[w:Fá_menor|fá menor]]
: sol - [[w:Sol_menor|sol menor]]
: lá - [[w:Lá_menor|lá menor]]
: si - [[w:Si_menor|si menor]]
 
----
 
* Quando forem acordes diminutos ou aumentados, escreve-se dim ou aum após o nome do acorde:
 
: dó dim - dó diminuto
: ré aum - ré aumentado
 
=== Cifras ===
{{Ver artigos principais|[[Cifra (música)]], [[Notação musical]]}}
Outra maneira de notar os acordes é através da [[w:Cifra|cifra]], ou notação anglo-saxônica. Nela, os nomes dos acordes são identificados pelas primeiras sete [[w:Letra|letras]] do [[w:Alfabeto|alfabeto]],
a começar pelo acorde de fundamental lá, que recebeu a denominação A.
Para a indicação de acordes menores, faz-se o uso da letra m minúscula
após a letra denominativa. No caso do acorde ser diminuto ou aumentado,
os símbolos dim, 5° ou 5 dim, no caso dos diminutos, e +, +5 e 5 aum são
empregados para os aumentados. Para novas notas acrescentadas ao
acorde, coloca-se o número equivalente ao intervalo entre esta nota e a
fundamental do acorde, como, por exemplo, o número 7 indicará um acorde
com 7ª. Ainda, a depender do intervalo, caso ele seja menor,
acrescenta-se um sinal de - antes do número (-7 é a cifra para 7ª menor)
ou + para os casos de intervalos aumentados.
 
: Lá = A
: Si = B (sistema inglês)
: Si = H (sistema alemão), sendo B equivalente a si bemol.
: Dó = C
: Ré = D
: Mi = E
: Fá = F
: Sol = G
 
: Am = lá menor
: G7 = Sol maior com sétima
: C7M = dó maior com sétima maior
: Dm5+ = ré menor com quinta aumentada
 
=== Acordes para guitarra ===
{| class="prettytable"
!<br>
! align="center" |C
!D
!E
!F
!G
!A
!B
|-
!Maior
![[Ficheiro:C-Dur_offen.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:C-Dur_offen.svg|100x100px|C-Dur (offen)]]
![[Ficheiro:D-Dur_offen.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:D-Dur_offen.svg|100x100px|D-Dur (offen)]]
![[Ficheiro:E-Dur_offen.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:E-Dur_offen.svg|100x100px|E-Dur (offen)]]
![[Ficheiro:F-Dur_verschiebbar.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:F-Dur_verschiebbar.jpg|100x100px|F-Dur (verschiebbar)]]
![[Ficheiro:G-Dur_offen.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:G-Dur_offen.svg|100x100px|G-Dur (offen)]]
![[Ficheiro:A-Dur_offen.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A-Dur_offen.svg|100x100px|A-Dur (offen)]]
![[Ficheiro:H-Dur_verschiebbar.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:H-Dur_verschiebbar.jpg|100x100px|H-Dur (verschiebbar)]]
|-
!Menor
![[Ficheiro:C-Moll_Barré.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:C-Moll_Barr%C3%A9.jpg|100x100px|C-Moll (Barré)]]
![[Ficheiro:D-Moll_offen.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:D-Moll_offen.svg|100x100px|D-Moll (offen)]]
![[Ficheiro:E-Moll_offen.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:E-Moll_offen.svg|100x100px|E-Moll (offen)]]
![[Ficheiro:F-Moll_Barré.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:F-Moll_Barr%C3%A9.svg|100x100px|F-Moll (Barré)]]
![[Ficheiro:G-Moll_Barré.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:G-Moll_Barr%C3%A9.jpg|100x100px|G-Moll (Barré)]]
![[Ficheiro:A-Moll_offen.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A-Moll_offen.svg|100x100px|A-Moll (offen)]]
![[Ficheiro:H-Moll_verschiebbar.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:H-Moll_verschiebbar.jpg|100x100px|H-Moll (verschiebbar)]]
|-
!7
![[Ficheiro:C-Dur-7.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:C-Dur-7.jpg|100x100px|C 7.]]
![[Ficheiro:D-Dur-7.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:D-Dur-7.jpg|100x100px|D 7.]]
![[Ficheiro:E-Dur-7.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:E-Dur-7.jpg|100x100px|E 7.]]
![[Ficheiro:F-Dur-7_Barré.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:F-Dur-7_Barr%C3%A9.svg|100x100px|F7 (Barré)]]
![[Ficheiro:G-Dur-7.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:G-Dur-7.jpg|100x100px|G 7.]]
![[Ficheiro:A-Dur-7.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A-Dur-7.jpg|100x100px|A 7.]]
![[Ficheiro:H-Dur-7.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:H-Dur-7.svg|100x100px|H7.]]
|-
!Menor7
![[Ficheiro:C-Moll-7_Barré.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:C-Moll-7_Barr%C3%A9.jpg|100x100px|C-Moll 7.]]
![[Ficheiro:D-Moll-7.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:D-Moll-7.jpg|100x100px|D-Moll 7.]]
![[Ficheiro:E-Moll-7.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:E-Moll-7.jpg|100x100px|E-Moll 7.]]
![[Ficheiro:F-Moll-7_Barré.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:F-Moll-7_Barr%C3%A9.svg|100x100px|Fm7 (Barré)]]
![[Ficheiro:G-Moll-7_Barré.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:G-Moll-7_Barr%C3%A9.jpg|100x100px|G-Moll 7.]]
![[Ficheiro:A-Moll-7.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A-Moll-7.jpg|100x100px|A-Moll 7.]]
![[Ficheiro:H-Moll-7_Barré.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:H-Moll-7_Barr%C3%A9.svg|100x100px|Hm7 (Barré)]]
|-
!sus4
![[Ficheiro:C-sus-4.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:C-sus-4.jpg|100x100px|Csus4.]]
![[Ficheiro:D-sus-4.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:D-sus-4.jpg|100x100px|Dsus4.]]
![[Ficheiro:E-sus-4.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:E-sus-4.jpg|100x100px|Esus4.]]
! <br>
![[Ficheiro:G-sus-4.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:G-sus-4.jpg|100x100px|Gsus4.]]
![[Ficheiro:A-sus-4.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A-sus-4.jpg|100x100px|Asus4.]]
!<br>
|-
!7#9
!<br>
!<br>
![[Ficheiro:E-Dur-7-x9.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:E-Dur-7-x9.svg|100x100px|E 7#9.]]
!<br>
!<br>
![[Ficheiro:A-Dur-7-x9.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A-Dur-7-x9.svg|100x100px|A 7#9.]]
!<br>
|-
!7add9
!<br>
!<br>
!<br>
!<br>
!<br>
![[Ficheiro:A-Dur-7add9.svg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A-Dur-7add9.svg|100x100px|A 7add9.]]
!<br>
|-
!5
![[Ficheiro:C5-Powercord.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:C5-Powercord.jpg|100x100px|C5 (Powerchord)]]
![[Ficheiro:D5-Powercord.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:D5-Powercord.jpg|100x100px|D5 (Powerchord)]]
! <br>
![[Ficheiro:F5-Powercord.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:F5-Powercord.jpg|100x100px|F5 (Powerchord)]]
![[Ficheiro:G5-Powercord.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:G5-Powercord.jpg|100x100px|G5 (Powerchord)]]
![[Ficheiro:A5-Powercord.jpg|link=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:A5-Powercord.jpg|100x100px|A5 (Powerchord)]]
!<br>
|}
 
== Outros Acordes ==
Modernamente, aparecem acordes formados baseando-se em outros intervalos que não terças sobrepostas:
* [[w:Cluster_(música)|Cluster]]: acordes formados a partir da sobreposição de notas de intervalos consecutivos.
* Acordes formados por 4ª: como o próprio nome diz, são acordes formados com a sobreposição de intervalos de 4ªs entre as notas constituintes.
* Acordes formados por 5ª: acordes formados pela sobreposição de 5ªs.
* Acordes sem terça, ( [[w:Power_chord|power chords]] ) formados apenas pela fundamental e quinta, podendo ser acrescentadas a formação as suas oitavas. Largamente usados por [[w:Guitarrista|guitarristas]] que se utilizam de [[w:Distorção_(áudio)|distorções]] ( efeito tais como [[w:Overdrive|overdrive]], distortion, etc … )
* Acordes sem quinta, formados apenas pela fundamental e terça, podendo ser acrescentadas a formação as suas oitavas. ( Também muito utilizados pelos guitarristas
 
{{referências}}
81

edições