Guia LPIC/Tópico 101: diferenças entre revisões

727 bytes adicionados ,  4 de agosto de 2006
[edição não verificada][edição não verificada]
 
''"O candidato deve estar apto a '''configurar o hardware do sistema''' fazendo as escolhas corretas na '''BIOS do sistema''' em um hardware baseado em x86."''
 
Prestando atenção nos detalhes em negrito sabemos que é preciso configurar a máquina na BIOS do sistema (setup). Isso significa habilitar e desabilitar recursos, componentes integrados e outras configurações na configuração interna do computador: é uma configuração feita antes de carregar o sistema operacional, no caso, o Linux.
 
Após realizada a configuração dos componentes do sistema (instalar HD's, ou os componentes que desejar instalar), eles precisam ser configurados no Sistema Operacional, para só então serem utilizados.
 
A idéia é, portanto, nos prepararmos para estar em condições de ativar componentes ligados ao computador, ou recursos, no setup e depois ativá-los no sistema operacional.
 
O hardware básico do sistema é configurado através do utilitário de configuração de BIOS, que pode ser acessado no início do boot da máquina. Através deste utilitário, é possível liberar e bloquear periféricos integrados, ativar proteção básica contra erros (proteção básica contra vírus e S.M.A.R.T.) e configurar endereços I/O, IRQ e DMA.
Utilizador anónimo