Diferenças entre edições de "Livro base - Curso de fotografia/Câmera/Componentes"

sem resumo de edição
|1.2||style="background:#CCFFCD;"| 1.4 || 1.6 || 1.8 ||style="background:#CCFFCD;"| 2 || 2.2 || 2.5 ||style="background:#CCFFCD;"| 2.8 || 3.2 || 3.5 ||style="background:#CCFFCD;"| 4 || 4.5 || 5.0 ||style="background:#CCFFCD;"| 5.6 || 6.3 || 7.1 ||style="background:#CCFFCD;"| 8 || 9 || 10 || style="background:#CCFFCD;"|11 || 13 || 14 ||style="background:#CCFFCD;"| 16
|}
 
Então, se quisermos mais luz, a gente aumenta a abertura, se a gente quiser menos luz, a gente diminui a abertura.Mas não é somente isso que a abertura controla...
 
;Efeitos
O olho tem uma certa precisão, a gente consegue distinguir certas coisas, em certas distâncias:
 
[[Imagem:Claude Monet The Studio Boat.jpg|150px|center]]
Então, se quisermos mais luz, a gente aumenta a abertura, se a gente quiser menos luz, a gente diminui a abertura.
 
Nesse primeiro tamanho esse Monet está tão nítido que lembra até uma foto, ou uma obra de outra escola, ao invés de impressionista, naturalista:
Mas não é somente isso, a abertura também controla outra parte importante, que é a profundidade de campo:
 
[[Imagem:Henri BIVA, ca 1905-06, Matin à Villeneuve, Salon 1906 postcard - original painting, oil on canvas, 151.1 x 125.1 cm, private collection.jpeg|600px|center]]
 
[[Imagem:Henri Biva, A Lily Pond, 91.4 x 73.7 cm (36 x 29 in), private collection.jpg|600px|center]]
 
Ambas obras são de Henri Biva, e a escola faz com que a retratação do local seja muito semelhante ao "real", a escola de Monet usa pinceladas livres, e assim quando aumentamos o tamanho nossos olhos passam a não mais ver a imagem tão nítida, e consegue distinguir as pinceladas:
 
[[Imagem:Claude Monet The Studio Boat.jpg|300px|center]]
 
 
[[Imagem:Claude Monet The Studio Boat.jpg|600px|center]]
 
Uma escola descendente do impressionismo, o pontilhismo usa esse recurso ainda de forma mais vigorosa:
 
[[Imagem:Lemmen2.jpg|150px|center]]
[[Imagem:Lemmen2.jpg|300px|center]]
[[Imagem:Lemmen2.jpg|600px|center]]
 
Esse efeito de vermos de forma praticamente nítida quando a imagem está "longe" ou "pequena", se dá pela acuidade visual, ou seja, o quanto os seus olhos conseguem distinguir dois pontos. E você provavelmente já passou por um teste de acuidade:
 
[[Imagem:Snellen chart.svg|300px|center]]
 
Né? Então, ele mostra o quanto o seu olho consegue distinguir dois pontos, em certa distância. Essa capacidade de distinção é a "nitidez". Deixamos pequeno para verem que depois da faixa verde, começa a dar aquela sensação de "ei, está embaçado", ou seja, não está nítido. A qualidade de ser nítido é exatamente distinguir com clareza dois ou mais elementos.
 
Agora, por que toda essa volta falando de nitidez se estamos falando de efeitos abertura?
 
Por dois motivos, abertura é o principal fator que controla a nitidez da imagem! Além disso, dois efeitos opostos se explicam pelo que foi trazido.
 
 
;Profundidade de campo
Mas não é somente isso, a abertura também controla outra parte importante, que é a profundidade de campo:
{|
|[[Imagem:Dof blocks f1 4.jpg|200px]]||[[Imagem:Dof blocks f4 0.jpg|200px]]||[[Imagem:Dof blocks f22.jpg|200px]]
|}
 
A profundidade de campo é a distância entre a parte mais à frente em foco e a parte mais distante em desfoque.
;Profundidade de campo
Isso se dá pelos círculos de confusão.
 
 
A profundidade de campo é a distância entre a parte mais à frente em foco e a parte mais distante em desfoque.
{{autocat}}
 
====Área de captura - (sensor eletrônico e filme fotográfico)====