A história do Japão da Cambridge/O século da reforma: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
Sem resumo de edição
Sem resumo de edição
 
''Paekche'', ao sul e a oeste de ''Koguryo'', ocupava uma posição chave para muitos daqueles reinos (incluindo a ''Dinastia Yamato'' do ''Japão''), e sempre pagou tributos às ''Cortes do Sul da China''. A resposta de ''Paekche'' à ascensão de um novo ''Império Chinês'', foi bem diferente daquela assumida por ''Kuguryo'', e por causa disso favoreceu a influência chinesa no ''Iluminismo Asuka''. Como ''Paekche'' era tributário da ''Corte Chen do Sul da China'', suas simpatias estavam com o sul na época da guerra de ''589'', da qual ''Sui'' emergiu vitorioso e um novo império chinês nasceu.Dessa forma, assim que ''Paekche'' ouviu falar da vitória ''Sui'', enviou uma mensagem de congratulações a ''Wen-ti'' e fez o gesto amistoso de devolver um navio de guerra chinês que ficara encalhado em uma ilha no ''Mar da China Oriental''. ''Wen-ti'' ficou encantado ao receber propostas amigáveis de ''Paekche''.
 
''Silla'', o terceiro maior reino da peninsula coreana e um dos mais distantes da ''China'', não enviou imediatamente tributos à ''Corte de Sui'' e, além disso, tentou fortalecer suas defesas militares, aparentemente compartilhando o temor de ''Koguryo'' de que ''Wen-ti'' logo procuraria restaurar o controle sobre toda a península coreana. Ao responder ao renascimento do império chinês da mesma forma que ''Koguryo'', ''Silla'' continuava a agir como um membro da antiga aliança do norte (''Aliança Silla-Koguryo''). Para o Japão dos ''Yamato'' ''Paekche'' se tornou seu principal aliado enquanto ''Silla'' se colocava como o maior obstáculo para que obtivesse um pé na peninsula.
 
{{referências|Notas}}
99

edições