Diferenças entre edições de "Marcas nas fotografias de Werner Haberkorn/Vista parcial da Praça da Sé. São Paulo-Sp. 02, Acervo do Museu Paulista da USP"

=== Drago ===
Em 1935, o imigrante italiano Giuseppe Michelangelo Drago decidiu, em uma oficina de marcenaria, criar e introduzir no mercado uma mobília que se ajustasse ao espaço moderno dos novos edifícios, que enfrentavam dificuldades devido ao seu tamanho reduzido durante o processo de verticalização do Rio de Janeiro na década de 30. Um modelo de sofás-cama foi criado para que fosse econômico e estético e assim suprir a necessidade de aproveitamento desses pequenos espaços de forma funcional. Assim surgiu as Indústrias Reunidas Sofá-Cama Drago S.A.
 
 
;Referências
1. [http://memoria.bn.br/DocReader/Hotpage/HotpageBN.aspx?bib=089842_06&pagfis=56890&url=http://memoria.bn.br/docreader# Correio da Manhã (RJ), Ano 1956\Edição 19255]
 
2. [https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/25601/25601_3.PDF PUC-Rio, Certificação digital Nº 1113334/CA]
 
3. [https://books.google.com.br/books?id=UZqH4jb1zoEC&pg=PT181&lpg=PT181&dq=drago+marca+sof%C3%A1&source=bl&ots=yp8j4syl5R&sig=JaB71vsjNOku8r1FnXXBKo9j-jI&hl=pt-BR&sa=X&ved=2ahUKEwiU05vQhofeAhVDI5AKHUDyASIQ6AEwFnoECAoQAQ#v=onepage&q=drago%20marca%20sof%C3%A1&f=false FONSECA, Rubem. "Agosto" (2011). Versão impressa disponível em Google Livros.]
 
4. [https://books.google.com.br/books?id=AlffDgAAQBAJ&pg=PT465&lpg=PT465&dq=drago+marca+sof%C3%A1&source=bl&ots=VpXyXyNQQp&sig=NjAO0DyoRbLSc1lo_NWH_nCg2LQ&hl=pt-BR&sa=X&ved=2ahUKEwiU05vQhofeAhVDI5AKHUDyASIQ6AEwFHoECAAQAQ#v=onepage&q=drago%20marca%20sof%C3%A1&f=false Autores: Rubem Braga, André Seffrin, Bernardo Buarque de Hollanda, Carlos Didier. "Combo Rubem Braga", crônicas (2017). Versão impressa disponível em Google Livros]
 
== Comentários sobre a fotografia ==