Diferenças entre edições de "A evolução tecnológica/A era das invenções"

sem resumo de edição
</center>
 
A Revolução Industrial é a característica marcante desse período contemporâneo. Ela teve início, porém, nos tempos modernos, mas foi principalmente a partir desta época que se difundiu. A Revolução Industrial divide-se da seguinte maneira:
 
* 1ª Revolução Industrial: de 1760 a 1850, praticamente restrita à Inglaterra. Os principais aperfeiçoamentos foram no ramo de tecelagem, tendo também a introdução da força a vapor.<ref name="historiadetudo">[http://www.historiadetudo.com/revolucao-industrial.html História de tudo - Revolução Industrial], acessado em 2 de outubro de 2010.</ref>
* 3ª Revolução Industrial: de 1900 até os tempos atuais,<ref name="historiadetudo" /> com a sua expansão pelo mundo inteiro. Compreende o aperfeiçoamento dos inventos, tendo principalmente a explosão do processo evolutivo. Assim, apresenta novas técnicas industriais e energéticas, e expansão dos meios de comunicação.
 
==Fase Antecedente à 2ª Guerra Mundial (1939–1945)==
===A locomotivaLocomotiva a vapor===
Um dos desenvolvimentos muito significativos para o transporte terrestre foi o surgimento da locomotiva a vapor de George Stephenson, no início do século XIX<ref name="george steph">{{citar web |url= http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/GeoreSte.html|título= George Stephenson|acessodata= 30 de novembro de 2010|autor= Departamento de Engenharia Civil|coautores= Universidade Federal de Campina Grande}}</ref> — que ampliou a rede de estradas de ferro. Em 1825 uma de suas locomotivas tornou-se o primeiro trem de passageiros — atingia 24&nbsp;km/h e ligava Stockton a Darlington.<ref name="george steph"/> Conseguinte, foi desenvolvida pela mesma pessoa, em 1829, outra locomotiva chamada de Rocket — atingia 60&nbsp;km/h —, que inaugurou a construção de uma estrada de ferro de 64&nbsp;km entre Liverpool e Manchester.<ref name="george steph"/><ref name="portogente george">{{citar web |url=http://www.portogente.com.br/texto.php?cod=7110 |título= A locomotiva a vapor |acessodata= 30 de novembro de 2010|autor= Porto Gente|data=13 de fevereiro de 2007}}</ref> Essa locomotiva constituía-se basicamente por um vagão de combustível, um tanque d’água e uma cadeira tubular<ref name="portogente george"/>. As primeiras ferrovias foram construídas na Inglaterra, Estado Unidos, Alemanha e Bélgica. Esse desenvolvimento facilitou a distribuição de mercadorias que se tornou mais rápida, barata e eficiente — esse último deve-se ao transporte de cargas muito mais pesadas.
 
[[File:Iranair.b747.arp.750pix.jpg|thumb|Boeing 747.]]
 
===Os aviõesAviões===
A partir deste século, há a introdução de um novo meio de locomoção, o transporte aéreo. O primeiro voo foi feito pelos irmãos americanos Orville e Wilbur Wright, em 1903; porém, o primeiro voo devidamente homologado foi realizado pelo brasileiro Alberto Santos Dumont, em 1908.<ref name="história de tudo:avião">{{citar web |url= http://www.historiadetudo.com/aviao.html|título= História do Avião|acessodata= 6 de fevereiro de 2010|autor= História de Tudo|arquivourl= |arquivodata= |citação= [...] Wilbur e Orville Wright [...] Em 1903, eles conseguiram voar em um avião.Porém [...] eles voaram com o auxílio de uma catapulta [...] Além disso, não houve testemunhas creditáveis (quatro salva-vidas e um garoto). Posteriormente, em 1908, Santos Summont voou com o 14Bis pelas ruas de Paris sem o auxílio de nenhum instrumento, fato que foi oficializado e testemunhado por inúmeros moradores da capital, além da imprensa francesa. [...] o avião dos irmãos Wright [...] era obrigado, após um impulso, a voltar ao chão.}}</ref> Assim, em seguida, o engenheiro francês Louis Blériot voou, em 1909, de França à Inglaterra — compreendendo 42 quilômetros. Esses primeiros aviões eram de madeira e tecido, com suportes de ferro. Foram aperfeiçoados e substituídos por modelos de metal aerodinâmicos, na década de 1920. Sendo, por um alemão em 1939, desenvolvido o primeiro avião a jato, chamado de He 178. Atualmente, existem jatos — como o Boeing 747 — que pode carregar mais de 400 passageiros e executar uma viagem de mais de 12.000 quilômetros.
 
Utilizador anónimo