Medicina geral e familiar/Medicina baseada na evidência: diferenças entre revisões

m
Foram revertidas as edições de 177.82.2.18 (disc) para a última revisão de 201.54.139.231
[revisão pendente][revisão pendente]
Sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 177.82.2.18 (disc) para a última revisão de 201.54.139.231)
Etiqueta: Reversão
 
 
==Interpretação dos dados epidemiológicos - Medição da frequência de fenômenos de doença==
EpidemiologiaA epidemiologia das doenças é muito importante no raciocínio clínico. O aforismo médico "o que é raro é raro, o que é frequente é frequente" procura ilustrar como a frequência de uma doença é necessariamente considerada na hierarquização das hipóteses diagnósticas.
 
Duas medidas de ocorrência importa considerar: A Prevalência e a Incidência.
 
 
OOs estudos de coorte e de casos-controle são ditos '''observacionais''' porque o pesquisador não exerce controle sobre variáveis, limitando-se à
observação e registro de eventos. Pelo contrário, nos chamados '''estudos clínicos randomizados''', destinados à avaliação de cuidados à saúde, terapêuticos ou preventivos, o pesquisador controla variáveis.
 
876

edições