Diferenças entre edições de "Estruturação de redes"

1 201 bytes adicionados ,  14h38min de 18 de junho de 2019
*
*'''1 - Entrada do edifício''' Também chamado de Entrance Facilities (EF) ou podendo ser conhecido como distribuidor Geral de Telecomunicações (DGT)''',''' este é o ponto de contato entre a rede prevista para uma determinada edificação (cabeamento interno) e o sinal de internet vindo  do fornecedor deste serviço (cabeamento externo). É o ponto de entrada do sinal de internet no prédio,também pode acomodar uma central telefônica do tipo PABX juntamente com outros equipamentos como computador como multiplexadores das redes locais.Os requisitos físicos desta interface de rede, são regidos pela norma EIA/TIA-569.
*'''2 - Sala de equipamentos''' Contendo especificações também na norma EIA/TIA-569, a sala de equipamentos aloja os equipamentos mais complexos e suas interligações com os sistemas externos, vindos da entrada do edifício e sistemas internos do mesmo. É onde fica instalado o distribuidor principal de telecomunicações que tem como função efetuar a conexão entre os cabos do armário de telecomunicações e os equipamentos de rede, servidores e equipamentos de voz (PABX). É projetada de forma que atenda o edifício inteiro. <br />'''3 - Cabeamento Vertical''' - Também conhecido como Tronco ou Backbone Compreende o conjunto de cabos lançados pelo edifício, interligando os subsistemas como a sala de equipamentos aos armários de telecomunicações e aos pontos de facilidade de entrada. <br />[[Bibliografia]]
*'''4 - Sala de telecomunicações''' - Também conhecido como Telecommunication Closets (TCs) que é o espaço destinado a infra-estrutura terminações dos cabos e funciona como um sistema de administração do cabeamento e alojamento de equipamentos, que interligam o sistema horizontal ao backbone. Projetada para pavimentos individuais, distribuindo os serviços para a área de trabalho e dispondo de repetidores e computadores para redes locais .
*'''5 - Cabeamento Horizontal''' - Compreende os cabos lançados horizontalmente entre áreas de trabalho e sala de equipamentos. Esses cabos formam um conjunto permanentes e são denominados cabos secundários. No cabeamento Horizontal trafegam todos os serviços sejam eles de voz, dados, vídeos etc.
*'''6 - Área de trabalho''' - Local onde os usuários vão interagir entre eles com equipamentos terminais de telecomunicações. Esses equipamentos acessam o sistema por meio de conectores e tomadas. A projeção deve ser feita analisando a melhor maneira de tornar essa interação agradável, confiável, eficiente e confortável. Geralmente, a área de trabalho é qualquer ponto final onde exista uma tomada para um serviço de rede.
*<br />[[Bibliografia]]
 
{{livro novo}}