Business Intelligence/Business Intelligence X Big Data: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
Sem resumo de edição
Sem resumo de edição
A partir do conceito de Big Data, as duas tecnologias empregadas pelas empresas são distintas e possuem objetivos diferentes, porém complementares e quando juntas, podem proporcionar resultados significativos para a organização.
 
O BI tem foco na seleção, coleta, processamento e transformação dos dados a fim de gerar informações úteis que serão consumidas pela organização e disponibilizadas para os membros nas quais possuem os devidos acessos. Além disso, os dados são estruturados em informações e exibidos em formas de relatórios, resumos e paineis gráficos, que visam auxiliar nas tomadas de decisão de forma clara e objetiva. O BI possibilita o entendimento em sua base de dados a partir de dados existentes e definindo suas melhores hipóteses. Com o BI, os gestores podem tomar decisões a partir de informações exatas, podendo compreender as alterações de vendas e compras em determinados períodos, perfis de clientes, tendências para investimentos e gerar melhores resultados para a organização.
 
Em contrapartida, o Big Data processa os dados em busca de correlação e descobertas entre eles, que muitas vezes podem estar despercebidos, o que não garante sempre exatidão dos dados, uma vez que, estes são obtidos de fontes distintas e podem ocorrer divergências entre eles. Dessa forma, com o uso do Big Data, nem sempre está claro para os administradores e gestores o porque da correlação existente entre os dados, apenas o fato explícito de que as correspondências existem. O Big Data não necessariamente disponibilizará dados concretos e, análises claras e explora a, oportunidade de novos caminhos e perspectivas até então desconhecidos, porém essas correlações são geradas em tempo hábil e, em conjunto com o BI, fornecem vantagem competitiva no mercado e estabilidade ao longo prazo para a organização.