Diferenças entre edições de "Assembly x86/Introdução"

Sem alteração do tamanho ,  00h32min de 15 de junho de 2007
m
sem resumo de edição
m (cat)
m
 
== Conciliando os dois mundos ==
A quem quizer programar em Assembly, recomenda-se que dê atenção à questão da portabilidade. Se o programa não tiver, definitivamente, como objectivo ser utilizado por outros que não o programador, o problema fica eliminado,. masMas deve-se tomar em atenção que, para certos programas, isto pode não ser óbvio (um bom exemplo é o kernel do Linux).
 
Se o programador tenciona apenas re-escrever algumas partes do programa em Assembly de modo a melhorar a rapidez, é bom que mantenha uma versão portável. Quem use uma arquitectura diferente da do programador iria de outra forma ter problemas ao tentar compilar o programa.
937

edições