Medicinas alternativas: diferenças entre revisões

 
Colocar-se como alternativo é uma proposta de opção, complemento e até exclusão.
 
Já a designação energéticoenergética conecta-se diretamente com um sistema de compreensão do ser humano integrado. A energia vista pelo prisma da Medicina Tradicional Chinesa, o Chi, ou pela Antroposofia são alguns exemplos. Ou então, pela própria definição da Física Quântica de que "tudo é energia".
 
Falar de uma Medicina Alternativa ou Energética - aqui entendidas como sinônimos - é importante pela oportunidade. Ao lado da Medicina ocidental, alopática, baseada nos tratamentos químicos, com grandes avanços nas últimas décadas, existe uma possibilidade de se buscar a cura de níveis sutis da organização do ser humano.
 
Enquanto uma trata o físico, a outra está centrada nas dimensões energéticas.
Evidentemente, ambas são complementares.
 
A proposta desta cartilha é proporcionar o entendimento inicial de como algumas das chamadas técnicas energéticas processam.
 
Em última instância, vamos considerar a chamada medicina do futuro, tão bem cunhada pelo médico norte-americano Richard Gerber como a Medicina Vibracional.
7

edições