Diferenças entre edições de "Assembly x86/Modos de operação"

Sem alteração do tamanho ,  00h44min de 20 de dezembro de 2007
m
sem resumo de edição
m
m
Seja ''C'' o comportamento do processador após a operação de Reset, ou seja, quando o processador acabou de se inicializar. Neste caso, ''C'' representa o comportamento do processador ''8086''. ''F1'' e ''F2'' são modos de operação, e ''f1'' e ''f2'' as sequências de instruções que é necessário executar para que o processador atinja os estados ''F1'' e ''F2'', respectivamente. Representemos por <math>M(C, F)</math> o comportamento resultante de aplicar o modo de operação ''F'' ao comportamento ''C''. ''P1'' é um programa que é a composição de <math>f1</math> com um programa que assume <math>M(C, F1)</math>, e ''P2'' um programa que é a composição de <math>f2</math> com um programa que assume <math>M(C, F2)</math>.
* Se o processador suporta o modo de operação ''F1'' mas não o modo ''F2'', a execução de ''P2'' vai falhar porque o processador não vai reconhecer ''f2''. No entanto, a execução de ''P1'' vai ser bem sucedida, uma vez que ''f1'' é reconhecida pelo processador.
* Se o processador suporta os modos de operação ''F1'' e ''F2'', a execução de ''P1'' vai ser bem sucedida, uma vez que ''f1'' vai ser reconhecida. Por sua vez, o suporte ao modo ''F2'' é silenciosamente ignorado, já que o programa ''P1'' ignora a sua existência. Em contrapartida, uma vez que a sequência ''f2'' não é executada, as modificações patentes em ''F2'' não afectam a execução de ''P2P1''.
 
A arquitectura x86 define 5 modos de operação oficiais.
937

edições