Diferenças entre edições de "Engenharia genética/Amplificação por PCR do gene GFP de Aequorea victoria"

sem resumo de edição
 
 
# Fazer uma diluição de 50X, em 2 tubos ''eppendorf'' marcados (1 e 2), fazendo 2 diluições sucessivas de 10X a partir de 100 mL de Taq e 900 mL do tampão de diluição 1X e depois 5X (200 μL → 800 μL);
# Fazer 3 diluições sucessivas de 2X em 3 tubos ''eppendorf'' marcados (3, 4 e 5) a partir de 500 mLμL da diluição de 1000X e 500 mLμL de tampão de diluição 1X;
# Colocar 20 mLμL das diluições em diferentes tubos de PCR: 10X; 50X; 100X; 200X; 400X (5 tubos);
# Adicionar 20 mLμL de PCR ''MasterMix'' a cada tubo de PCR;
# Colocar os tubos em gelo;
# Depois de agitadas no ''vortex'', as misturas são sujeitas a PCR de acordo com as condições especificadas na tabela abaixo;
# Durante o tempo de espera, desenhar no computador os ''primers'' necessários para amplificar o gene GFP;
# Misturar 5 mLμL de produto de PCR com 5 mLμL de tampão de aplicação;
# Aplicar as amostras num gel de agarose 0,8%;
# O instrutor irá fazer um gel com as amostras correspondentes aos produtos de PCR de referência;
187

edições