Diferenças entre edições de "Latex/Começando"

306 bytes adicionados ,  18h07min de 17 de março de 2008
sem resumo de edição
* Compilar
 
A primeira parte pode ser feita em qualquer editor de textos como: bloco de notas (Windows) ou vim (Linux). Porém, existem alguns editores com algumas facilidades para editar textos em <math>\mathrm{L\!\!^{{}_{\scriptstyle A}} \!\!\!\!\!\;\; T\!_{\displaystyle E} \! X}</math>: Latexveja editoro (Windows),capítulo o[[latex: próprioEditores vimde ouTexto o| editores de texto]] emacspara (Linux)sugestões. Exemplo de um arquivo .tex:
<pre>
\documentclass{article}
</pre>
 
Repare que o arquivo .tex não é o que o leitor vai ver, mas o que o autor quer. Traduzindo o arquivo acima o autor quer: escrever um artigo, em português, cujo título é "Título do Artigo", cujo autor é "Autor do Artigo" e cujo conteúdo seja o título seguido da seguinte frase: "Conteúdo do Texto".
A segunda parte consiste em compilar o texto que fora escrito em algum desses editores para algum formato lagível como pdf, dvi ou ps.
 
Para gerar o arquivo para o leitor o autor deve compilar o texto para algum formato legível como pdf, dvi ou ps. Essa tarefa é exercida pelo compilador do <math>\mathrm{L\!\!^{{}_{\scriptstyle A}} \!\!\!\!\!\;\; T\!_{\displaystyle E} \! X}</math>. Veja o capítulo [[latex: Compiladores Latex| compiladores para LATeX]].
[[Imagem:DiagramaLatex.svg.png]]
 
Ou seja, estaremosEstaremos sempre trabalhando com, pelo menos, dois arquivos: um arquivo comque estaremos extensãoeditando (.tex) que possui instruções de comosobre o textoque deveo serautor compiladoquer. O outro arquivo é o texto da forma como ele será apresentado ao leitor que tem estensão .dvi, .pdf, .ps etc.. Esse segundo arquivo não será diretamente editado. Essa separação tem suasalgumas vantagens:
 
* O arquivo a ser visulisado não precisa guardar informações sobre edição
* O leitor não pode editar o texto (a não ser que junto do arquivo de visualização você envie o arquivo .tex)
 
Para mais informações sobre como obter editores de texto e compiladores <math>\mathrm{L\!\!^{{}_{\scriptstyle A}} \!\!\!\!\!\;\; T\!_{\displaystyle E} \! X}</math> veja a seção [[latex: Pré-requisitos | pré-requisitos]].
 
Recapitulando: o autor do texto deve escrever seu texto junto com instruções de compilação em um arquivo com extensão .tex. Depois ele deve compilar o texto e o resultado será um texto bonito de ler em alguma extensão como .pdf.
 
O restante desse livro pretende ensinar ao autor como ele deve escrever o arquivo .tex.
</pre>
 
NoO cabeçalho escrevemospossui algumas informações geraiscomplicadas sobre o texto. EnquantoApesar quedisso, nopodemos viver usando sempre o mesmo cabeçalho até aprendermos melhor a lidar com ele. O corpo escrevemosdo texto, por sua vez, possui o texto própriamente dito.
 
Vamos analisar esse cabeçalho. A primeira linha indica que tipo de texto iremos escrever: artigo, livro, carta etc.. Nesse caso estamos escrevendo um artigo.
Conteúdo do Texto
\end{document}
 
== Diagrama de Extensões ==
 
O diagrama abaixo mostra as diversas extensões de textos e como passar de uma para outra:
 
 
 
== Links ==
130

edições