Conhecendo as Doenças/A

Eukaryota cell strucutre.PNG

Esta página é um esboço de biologia. Ampliando-a você ajudará a melhorar o Wikilivros.


AbcessoEditar

Abcesso é um acúmulo de pus que se forma no interior dos tecidos do corpo.

Sintomas e sinais

Os seus sintomas são:

  • A dor(dependentemente da área afectada);
  • Calor;
  • Rubor e tumefação locais;
  • Podendo apresentar perda de função;
  • Os abscessos "maduros" têm flutuação à palpação e a pele que os reveste torna-se mais fina;
  • Têm ocorrência mais comum na pele, mas podem atingir qualquer tecido;
  • Dificilmente há remissão espontânea, com a reabsorção ou fistulização;
  • O abscesso pode ocorrer em qualquer região do corpo afetada por um agente piogênico (cérebro, ossos, pele, pulmão, músculos).

Causas

Pode ser causado por vários agentes patogénicos microbiológicos, como as bactérias piogénicas (incluindo, estreptococos, gonococos, entre outros), ameba, além de algumas substâncias químicas (como a essência de terebintina).

Tratamento

Um abscesso, se volumoso, deve sofrer intervenção cirúrgica com o objetivo de aliviar os sintomas e favorecer sua cura. Para drenar um abscesso, o médico deve acessar sua parede para libertar seu conteúdo. Um abscesso de maiores dimensões, pós a drenagem, deixa um amplo espaço vazio (espaço morto), e sofrerá cicatrização por segunda intenção. Costuma ser necessário o uso temporário de drenos artificiais.

Transmissão
  • infecções por bactérias;
  • compostos químicos (essência de terebintina);
  • agulhas contaminadas.

AcalvariaEditar

AcalasiaEditar

AcneEditar

ActinomicoseEditar

AcondroplasiaEditar

Acantose nigricansEditar

AcantamoebíaseEditar

AcromatopsiaEditar

AcrocianoseEditar

AncilostomíaseEditar

AnemiaEditar

Anemia falciformeEditar

anemia ferroprivaEditar

anemia megaloblásticaEditar

anemia perniciosaEditar

anemia aplásticaEditar

Anorexia nervosaEditar

AntracnoseEditar

Artrite psoriáticaEditar

Artrite reumatoideEditar

ArtroseEditar

AscaridíaseEditar

AsmaEditar

A asma é uma doença crônica, que provoca inflamação e consequente estreitamento dos brônquios, dificultando a passagem do ar. Ela pode decorrer de características herdadas, mas isso não significa que o filho de uma pessoa asmática necessariamente terá a doença.

SINTOMAS

os mais comuns são:

  • falta de ar
  • tosse persistente e chiado no peito
  • sensação de aperto no peito, ao acordar, pode significar uma manifestação da chamada asma noturna.

DIAGNÓSTICO

Baseia-se no exame físico e na história clínica do paciente.

AspergiloseEditar