Construção coletiva/Social Minas - AMADI

Do eventoEditar

O evento Social Minas-AMADI, foi realizado no dia 20 de junho no prédio JK da faculdade Newton Paiva em Belo Horizonte , dando início às 09:25. O TEIA teve o papel fundamental, que foi a transmissão ao vivo do Social Minas, transmissão executada pelos Agentes Teia (Gabriel Fernandes, Merielly e Rosalves). Neste evento houve alguns imprevistos, que impossibilitaram algumas atividades que eram para ser executadas pelo teia, como a captação de depoimentos dos participantes, sobre o que esperavam do evento e quais eram as expectativas após o mesmo. Essa parte não pode ser concluída, pois os microfones estavam dando mal contato provocando ruídos nas gravações, além da internet que trafegava em velocidade edge comprometendo a gravação dos depoimentos.

ObjetivoEditar

O objetivo do evento promovido pela Amadi foi discutir sobre o Marketing nas redes sociais, focando as influências positivas e negativas que são respostas às práticas realizadas junto às redes sociais.Com sucesso, o evento contou com a presença de 200 pessoas, entre elas: agências, clientes, parceiros, funcionários,alunos e professores,ou seja pessoas ligadas ou que tinham interesse relacionados aos meios de comunicação, fora as pessoas que não estavam presentes fisicamente, assistindo à transmissão on-line direto pelo teia.

Fatos ocorridosEditar

O Social Minas foi aberto pelo Diretor da Amadi Saulo Medeiros, onde ele deu boas vindas aos presentes e agradeceu pelo apoio dos colaboradores, patrocinadores e parceiros. O primeiro palestrante foi André Fonseca da Dito Internet que falou sobre monitoramento, interações, ferramentas que não servem somente para conversas ou aproximação, mas como uma grande ferramenta de comunicação para os (SAC) Serviço de Atendimento a Cliente e vendas on-line, citando como exemplo o Twitter da Dell. André também falou sobre o YouTube dizendo que:"49% dos internautas brasileiros acessam o YouTube, mas somente 15% fazem upload de vídeos", comentou sobre My Space, Ning, Facebook e o Orkut, dizendo que essas ferramentas são de um poder de propagação muito grande desde que sejam bem utilizadas e deu uma dica de como agir nas redes sociais: "Cuidado ao criar expectativas. A melhor maneira de encontrar o cliente é ser encontrado por ele".

Logo em seguida houve uma interação das seguintes palestrantes Letícia Lira responsável pela parte de comunicação na internet da Operadora Vivo, Raquel Horta como diretora da agência -Mapa Digital e Raquel Camargo como consultora/pesquisadora e responsável pelo Twitter BH. As três discutiram os temas abaixo, cada uma com o seu ponto de vista, mas opiniões bem parecidas.

Temas discutidos:

  • Mídia tradicional X mídia social
  • Presença espontânea
  • O poder da pulverização do Twitter
  • Estratégias de comunicação em redes sociais
  • Mitos e a realidade
  • A importância da pesquisa em redes sociais
  • Planejamento em redes sociais
  • Bons e não tão bons exemplos
  • Mídias sociais: Como fazer?

Para finalizar o evento, Lou Martins, que veio com o tema "Consumidor puto é consumidor engajado". Lou abriu com chave de ouro ao apresentar em seu telão imagens dos times Atlético X Cruzeiro, estimulando assim, a participação de todos ali presentes .Conforme dito por ela "Não identificar o comportamento passional do consumidor é perder a oportunidade de conquistar um target". Lou afirma, que as empresas que não prestam a devida atenção às manifestações feitas pelos usuários de internet sobre seu produtos ou serviços, fecham os olhos para a realidade, e que essas manifestações são muito mais objetivas e concretas,ou seja apresentam um resultado muito melhor do se que as empresas contratarem empresas de pesquisas de senso comum, pois pesquisas de senso comum, são muito mais quantitativas do que qualitativas. Como exemplo ela apresentou um vídeo de uma insatisfação pessoal com a TV SKY, autor do vídeo Samamba, vídeo disponível no YouTube.

AudiênciaEditar

163 espectadores assistiram ao evento dentro do auditório.

202 pessoas acompanharam todo o evento pela internet, onde foi vídeo foi "embutido" (ou embeded) em 05 locais diferentes na internet (site da almig, amadi, mente22, teia e o watershed). O site do TEIA conseguiu manter-se na liderança, mantendo em média 79 espectadores. O site da amadi manteve uma média de 20 pessoas simultaneamente.

ConclusãoEditar

Esta atividade de aprendizagem foi excelente, pois além de aprender sobre transmissão on-line, consegui aprender que a internet vai muito além do que imaginamos, pois se trata de uma ferramenta de interatividade, comunicação, divulgação e também ferramenta de trabalho. Gostaria de agradecer ao apoio de Gabriel Fernandes e Rosalves Santos que me auxiliaram nesta atividade.

ReferênciasEditar

Perfis dos agentes