Introdução à Biologia/Ecologia

Ecologia é o estudo das interações dos seres vivos entre si e com o meio ambiente; o estudo das conexões que compõem a Vida em nosso planeta. A palavra Ecologia tem origem no grego “oikos", que significa casa, e "logos", estudo. A Ecologia mudou o foco dos organismos para os ecossistemas. Mas organismos também são ecossistemas para organismos menores, e, ao longo de bilhões de anos, inúmeras espécies se organizaram de forma tão coesa e interdependente que o sistema como um todo se assemelha a um grande organismo. Na natureza não existem hierarquias, somente redes dentro de redes; não existem partes independentes, mas uma teia inseparável de relações.

Conceitos básicosEditar

  • O fluxo de energia e os ciclos da matéria nos ecossistemas.
  • Dinâmica populacional e das comunidades biológicas
  • Ecossistemas aquáticos e terrestres.
  • Características gerais dos principais tipos de ecossistemas do Brasil (florestas, cerrados, caatingas, campos, manguezais e complexo pantaneiro).

Conhecimentos inerentes ao item:

  • Compreender o equilíbrio dinâmico entre os seres vivos, a necessidade de os organismos obterem nutrientes e metabolizá-los.
  • Entender a importância da fotossíntese na manutenção da vida e a importância das algas como principais produtores dos ecossistemas aquáticos, participando efetivamente do equilíbrio ecológico do planeta.
  • Reconhecer a complexa inter-relação dos organismos nas cadeias e teias alimentares e a importância de se conhecer essas inter-relações nas propostas de manejo nos ecossistemas.
  • Compreender os ciclos da matéria e a importância deles no equilíbrio dos ecossistemas.
  • Compreender o fluxo de energia ao longo dos níveis tróficos nas cadeias alimentares.
  • Compreender as relações entre as diferentes espécies de uma comunidade e a importância dessas relações no equilíbrio populacional.
  • Compreender a dimensão espaço-temporal do estabelecimento dos ecossistemas.
  • Reconhecer os principais ecossistemas brasileiros e analisar a ocorrência de possíveis alterações em função da atividade humana.