Logística/Sistemas de informação/Indicadores de desempenho/Valor Económico Acrescentado (EVA): diferenças entre revisões

Actualização
[edição não verificada][edição não verificada]
(Actualização)
(Actualização)
 
 
O '''[[w:Valor econômico adicionado|Valor Económico Acrescentado]]''', '''''Economic Value Added''''' ('''EVA''') é o excesso do resultado operacional, após os [[w:Imposto|impostos]], relativamente à [[w:Rendibilidade|rendibilidade]] exigida pelos credores e [[w:Acionista|accionistas]]. Consiste, portanto, no [[w:Valor absoluto|valor absoluto]] da diferença entre a rendibilidade do capital investido e o [[w:Custo do capital|custo médio do capital]], ou seja, a rendibilidade exigida pelos investidores. Por outras palavras, é o resultado líquido deduzido do custo do capital próprio ([[Logística/Referências#refbmiCPM|miCPM, 2004]]). A fórmula básica deste valor é ([[Logística/Referências#refbMedeiros|Medeiros, 2002, p. 37]]):
 
''EVA'' = (''Rendibilidade sobre o capital investido'' − ''Custo do capital investido'') × ''Capital investido''
O EVA é calculado a partir da variação de lucros económicos de dois períodos de avaliação de uma empresa. Mas, tendo em conta uma nova concepção do conceito, apenas quando o custo económico do projecto é excedido pelo fluxo de caixa é que as empresas adicionam valor.
 
O cálculo deste indicador tem uma importância relevante na avaliação dos resultados finais duma empresa do sector logístico. A aplicação do conceito de EVA na cadeia logística pode ser baseada no desempenho financeiro de cada componente do sistema que, através do cálculo de variáveis envolvidas, se saberá se é positivo (criação de valor) ou negativo (destruição de valor) ([[Logística/Referências#refbKato|Kato, 2003, p. 117-118]]).
 
Para uma melhor compreensão da aplicação deste conceito, suponha-se o caso duma empresa que possua um capital de 200 milhões e um custo de capital de 10%, sendo, portanto a sua taxa de rendibilidade de 20 milhões. Se ela ganhar 100 milhões, o seu EVA será de 80 milhões. Embora estes cálculos exijam pequenas mudanças nas contas da empresa, o raciocínio é relativamente fácil de ser compreendido ([[Logística/Referências#refbMedeiros|Medeiros, 2002, p. 2]]).
 
A Figura 1 demonstra o princípio de funcionamento do EVA:
461

edições