Filipe Daniel Marques

Juntou-se a 14 de fevereiro de 2011
sem resumo de edição
Sem resumo de edição
Sem resumo de edição
 
 
'''Manutenção de motores eléctricos'''
 
A maior parte das máquinas que sejam limpas regularmente, lubrificadas correctamente, que o seu plano de manutenção seja apropriado, funcionarão sem problemas a maior parte da sua vida útil. O motor eléctrico não é excepção e se a sua rotina de limpeza e manutenção forem devidas, provavelmente esta máquina durará mais que o equipamento que alimenta. Os requerimentos a nivel eléctrico são simples, a sua resistência de isolamento deve ser mantida alta e a sua resistência de contacto mantida baixa. Mecânicamente tanto as folgas de trabalho como os rolamentos devem ser mantidos dentro da tolerância. Mantidos desta maneira e com uma revisão completa ocasional funcionarão sem problemas durante muitos anos. (Heverley, 1978, p. 603-604)
 
 
'''Limpeza'''
 
A entrada de matéria estranha como areia, poeira, humidade ou mesmo óleo, é causadora de muitas falhas nos motores. A limpeza é por isso a base de toda a manutenção.
Falhas no isolamento dos enrolamentos do motor são frequentemente causadas por óleo ou humidade; uma grande percentagem das falhas ao nível dos rolamentos são causadas por areia e sujidade. Os rolamentos também podem falhar por falta de lubrificação, ou, por não serem lubrificados correctamente.
Deve ser estabelecida uma rotina de limpeza regular de modo a que qualquer tipo de sujidade encontrada seja removida, que o óleo ou qualquer tipo de lubrificante proveniente dos rolamentos seja limpo, e neste caso os retentores dos rolamentos inspeccionados o mais rápido possivél. A entrada de humidade dentro do motor deve ser sempre evitada, a não ser que sejam motores desenvolvidos especialmente para trabalhar em ambientes húmidos.
A frequência de limpeza vai depender principalmente das condições do local e do tipo de motor envolvido. Em certas fábricas os motores são soprados uma vez por semana com o auxilio das linhas de ar comprimido existentes nas fábricas, ou com compressores eléctricos.
 
'''Aviso'''. Se forem utilizados estes métodos é necessário garantir que a sujidade é soprada para fora da máquina e não o contrário. Se forem utilizadas mangueiras, o ar utilizado deve ser completamente seco, e a pressão não deve exceder 1.75 bar visto que pressões mais elevadas tendem a empurrar poeiras e areia para dentro do isolamento. Quando uma máquina esta a ser soprada, as máquinas na vizinhança devem ser cobertas de modo a ficarem protegidas do pó. Em vez do ar comprimido é preferível utilizar um aspirador com reservatório - especialmente em espaços confinados.
'''Aviso'''. Se forem utilizados estes métodos é necessário garantir que a sujidade é soprada para fora da máquina e não o contrário.
Se forem utilizadas mangueiras, o ar utilizado deve ser completamente seco, e a pressão não deve exceder 1.75 bar visto que pressões mais elevadas tendem a empurrar poeiras e areia para dentro do isolamento.
Quando uma máquina esta a ser soprada, as máquinas na vizinhança devem ser cobertas de modo a ficarem protegidas do pó.
Em vez do ar comprimido é preferível utilizar um aspirador com reservatório - especialmente em espaços confinados.
Soprar um motor ventilado é um trabalho simples, é necessário apenas remover as tampas ou portas de modo a ser possivel aceder ao seu interior e então direccionar o ar até ao final dos enrolamentos da armadura ou do rotor, e para a área dos enrolamentos do estátor até que deixe de sair poeira do motor e todas as peças visiveis estejam aparentemente limpas. Se o motor tiver escovas, comutadores ou anéis deslizantes, estes devem ser bem limpos e enxugados e as escovas inspecionadas tal como descrito na secção «...».
Em motores totalmente fechados, partindo do princípio que as tampas ou portas estão montadas correctamente e que a poeria nesse local não é extremamente fina, não precisam de ser abertos a não ser que tenham escovas, comutadores ou anéis deslizantes, componentes esses que precisam de manutenção. Mas as superficies exteriores precisam de ser limpas regularmente. A limpeza dessas superficies é de extrema importância pois é atraves destas que o calor gerado internamente é dissipado. Uma camada grossa de sujidade pode retardar a dissipação de calor e originar temperaturas excessivamente altas, principalmente em motores de trabalho continuo. Condições estas que se permanecerem vão reduzir consideravelmente o tempo de vida do isolamento do induzido.