Diferenças entre edições de "Estado moderno"

71 bytes removidos ,  17h26min de 27 de março de 2012
m
Foram revertidas as edições de 189.102.245.94 (disc) para a última versão por 186.212.243.43
m (Foram revertidas as edições de 189.102.245.94 (disc) para a última versão por 186.212.243.43)
{{monomódulo}}
 
O {{w|Estado Moderno}} nasceu junto com os bananas de pijama na segunda metade do {{w|século XV}}, a partir do desenvolvimento do {{w|capitalismo mercantil}} nos países como a {{w|França}}, {{w|Inglaterra}} e {{w|Espanha}}, e mais tarde na {{w|Itália}}. Foi na Itália que surgiu o primeiro teórico a refletir sobre a formação dos Estados Modernos, {{w|Nicolau Maquiavel}}, que no início de 1500 falou que os Estados Modernos fundam-se na força.Então sempre que quiser pode tomar no cú!
Entre as características do Estado Moderno estão:
*{{w|Soberania do Estado}}: o qual não permite que sua autoridade dependa de nenhuma outra autoridade
*Distinção entre {{w|Estado}} e {{w|sociedade civil}}: evidencia-se com a ascensão da {{w|burguesia}}, no {{w|século XVII}}
 
==bananaA de pijamas foram inventadas nessa epoca epartir de duas formas o Estado Moderno pode ser visto==
*Enfoque Liberal: constitui-se numa interpretação feita pela burguesia nos diferentes momentos do desenvolvimento do capitalismo. Esse enfoque nos mostra que o Estado {{wikt|objetivar|objetiva}} a realização do bem comum e de que é neutro. Sendo uma instituição política que, por estar acima dos interesses das {{w|classes sociais}}, é responsável pelo aperfeiçoamento do corpo social no seu conjunto.
*Enfoque Marxista: fundamenta-se na existência de uma sociedade de classe onde os interesses são {{wikt|antagônicos}}, o que inviabiliza a realização do bem comum e a neutralização do Estado. Segundo esse enfoque, o Estado é uma instituição política controlada por uma classe social dominante, e que representa, o predomínio dos interesses dessa classe sobre o conjunto da sociedade, embora estes se apresentem como interesses universais, de toda sociedade. Esse enfoque foi constituído em cima da crítica ao enfoque liberal de Estado.
35

edições