Diferenças entre edições de "Química inorgânica/Introdução/Íons e a regra do octeto/Nomenclatura de cátions e ânions"

sem resumo de edição
O íon acima possui, então, carga -1.
 
Para dar o nome para ânions poliatômicos, basta acrescentar o prefixo de quantidade a cada elemento (''di, tri, tetra, penta'', etc). O prefixo ''mono'' não deve ser utilizado nestes casos. O sufixo é ''ato''. O átomo central do ânion é o primeiro da fórmula e o segundo do nome. Exemplo:
{|
|
::<math>\mathbf{(PF)^{2-}}</math> → fluoridofosfato;
|
::<math>\mathbf{(PF_2)^{-}}</math> → difluoridofosfato;
|
::<math>\mathbf{(CO)^{-}}</math> → oxidocarbonato;
|
::<math>\mathbf{(CN_2)^{2-}}</math> → dinitridocarbonato;
|}
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Ânions oxigenados (oxiânions)===
Muitos ânions aparecem oxigenados (acompanhados de oxigênio). Estes podem seguir a nomeclatura geral, mas também possuem uma segunda nomenclatura própria de oxiânions (que normalmente é utilizada). A tabela abaixo apresenta a nomenclatura dos oxiânions, em que X é um elemento da respectiva familia:
<center>
{| {{prettytable}} style:"text-align:center;"
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Ânions do fósforo===
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Ânions halogenados===
 
===[[Imagem:Conical flask brown.svg|30px]] Ânions hidrogenados===
5 327

edições