Linux para iniciantes/Instalando programas: diferenças entre revisões

[edição não verificada][edição não verificada]
Em alguns casos, pode acontecer que você esteja procurando um programa que não se encontra nos repositórios oficiais da sua distribuição. Em geral, a empresa que desenvolveu o programa deixa em sua página oficial os arquivos de instalação do programa, bem como as instruções para instalar.
 
Existem '''três''' tipos de pacotes. A maioria das distribuições usa pacotes com a extensão '''.rpm''', desenvolvido pela Red Hat. É a extensão usada pelo Fedora e pelo Mandriva. As distribuições baseadas no Debian, como é o caso do Ubuntu e do Kurumin, usa a extensão '''.deb'''. De qualquer forma, em geral, as empresas disponibilizam o programa de instalação nos dois tipos de pacote.
 
Há ainda um terceiro método de instalação mais complexo: quando o arquivo vem com o código fonte compactado, geralmente com a extensão '''.tar.gz''' ou '''.tar.bz2'''. Nesse caso, os arquivos devem ser descompactados e, em vez de serem instalados, serem compilados através de linhas de comando. Nesse caso, necessariamente o fabricante colocará as instruções de instalação, pois pode variar drasticamente de um programa para outro.
Utilizador anónimo