Guia do Linux/Iniciante+Intermediário/Compactadores/rar

rarEditar

rar é um compactador desenvolvido por Eugene Roshal e possui versões para GNU/Linux, DOS, Windows, OS/2 e Macintosh. Trabalha com arquivos de extensão .rar e permite armazenar arquivos compactados em vários disquetes (múltiplos volumes). Se trata de um produto comercial, mas decidi coloca-lo aqui porque possui boas versões Shareware e pode ser muito útil em algumas situações.

rar [ações] [opções] [arquivo-destino.rar] [arquivos-origem]

Onde:

arquivo-destino.rar
É o nome do arquivo de destino
arquivos-origem
Arquivos que serão compactados. Podem ser usados curingas para especificar mais de um arquivo.
ações
a
Compacta arquivos
x
Descompacta arquivos
d
Apaga arquivos especificados
t
Verifica o arquivo compactado em busca de erros.
c
Inclui comentário no arquivo compactado
r
Repara um arquivo .rar danificado
l
Lista arquivos armazenados no arquivo compactado
u
Atualiza arquivos existentes no arquivo compactado.
m
Compacta e apaga os arquivos de origem (move).
e
Descompacta arquivos para o diretório atual
p
Mostra o conteúdo do arquivo na saí­da padrão
rr
Adiciona um registro de verificação no arquivo
s
Converte um arquivo .rar normal em arquivo auto-extráctil. Arquivos auto-extrácteis são úteis para enviar arquivos a pessoas que não tem o programa rar. Basta executar o arquivo e ele será automaticamente descompactado (usando o sistema operacional que foi criado). Note que esta opção requer que o arquivo default.sfx esteja presente no diretório home do usuário. Use o comando find para localiza-lo em seu sistema.
opções
o
Substitui arquivos já existentes sem perguntar
o-
Não substitui arquivos existentes
sfx
Cria arquivos auto-extrácteis. Arquivos auto-extrácteis são úteis para enviar arquivos a pessoas que não tem o programa rar. Basta executar o arquivo e ele será automaticamente descompactado. Note que este processo requer que o arquivo default.sfx esteja presente no diretório home do usuário. Use o comando find para localiza-lo em seu sistema.
y
Assume sim para todas as perguntas
r
Inclui sub-diretórios no arquivo compactado
x [ARQUIVO]
Processa tudo menos o [ARQUIVO]. Pode ser usados curingas
v[TAMANHO]
Cria arquivos com um limite de tamanho. Por padrão, o tamanho é especificado em bytes, mas o número pode ser seguido de k (kilobytes) ou m(megabytes).

Exemplo: rar a -v1440k ... ou rar a -v10m ...

p [SENHA]
Inclui senha no arquivo. CUIDADO, pessoas conectadas em seu sistema podem capturar a linha de comando facilmente e descobrir sua senha.
m [0-5]
Ajusta a taxa de compactação/velocidade de compactação. 0 não faz compactação alguma (mais rápido) somente armazena os arquivos, 5 é o ní­vel que usa mais compactação (mais lento).
ed
Não inclui diretórios vazios no arquivo
isnd
Ativa emissão de sons de alerta pelo programa
ierr
Envia mensagens de erro para stderr
inul
Desativa todas as mensagens
ow
Salva o dono e grupo dos arquivos.
ol
Salva links simbólicos no arquivo ao invés do arquivo fí­sico que o link faz referência.
mm[f]
Usa um método especial de compactação para arquivos multimí­dia (sons, ví­deos, etc). Caso for usado mmf, força o uso do método multimí­dia mesmo que o arquivo compactado não seja deste tipo.

Os arquivos gerados pelo rar do GNU/Linux podem ser usados em outros sistemas operacionais, basta ter o rar instalado. Quando é usada a opção -v para a criação de múltiplos volumes, a numeração dos arquivos é feita na forma: arquivo.rar, arquivo.r00, arquivo.r01, etc, durante a descompactação os arquivos serão pedidos em ordem. Se você receber a mensagem cannot modify volume durante a criação de um arquivo .rar, provavelmente o arquivo já existe. Apague o arquivo existente e tente novamente.

Exemplos:

  • rar a texto.rar texto.txt - Compacta o arquivo texto.txt em um arquivo com o nome texto.rar
  • rar x texto.rar - Descompacta o arquivo texto.rar
  • rar a -m5 -v1400k textos.rar * - Compacta todos os arquivos do diretório atual, usando a compactação máxima no arquivo textos.rar. Note que o tamanho máximo de cada arquivo é 1440 para ser possí­vel grava-lo em partes para disquetes.
  • rar x -v -y textos.rar - Restaura os arquivos em múltiplos volumes criados com o processo anterior. Todos os arquivos devem ter sido copiados dos disquetes para o diretório atual antes de prosseguir. A opção -y é útil para não precisar-mos responder yes a toda pergunta que o rar fizer.
  • rar t textos.rar - Verifica se o arquivo textos.rar possui erros.
  • rar r textos.rar - Repara um arquivo .rar danificado.