Guia do Linux/Iniciante+Intermediário/Configuração do sistema/Número de Cores do ambiente gráfico

Número de Cores do ambiente gráficoEditar

O número de cores do ambiente gráfico pode ser alterado facilmente. Normalmente as distribuições realizam a instalação usando o padrão VESA (que é compatí­vel com qualquer placa de ví­deo) usando 65.000 cores (16 bits), mas por usar VESA são deixados de lado recursos como aceleração de hardware, XV, e recursos 3D necessário pela maioria dos jogos e aplicativos de ví­deo atuais.

A configuração apropriada do driver exige que você execute novamente o procedimento de configuração da distribuição usando o comando dpkg-reconfigure xserver-xorg.

Por exemplo, para configurar minha placa de ví­deo Intel 810, é necessário selecionar o driver i810 na tela de seleção do driver de video do dpkg-reconfigure xserver-xorg. O programa xresprobe pode ser útil caso deseja fazer manualmente ajustes finos na configuração do /etc/X11/xorg.conf. O monitor também poderá ser configurado de acordo com o tamanho da tela (em polegadas).

Com uma configuração correta é possí­vel atingir até 32 bits de cores (pocket pixel) no X. A configuração do X utiliza o número de bits ao invés do número de cores na sua configuração. Abaixo uma tabela comparativa:


       Bits      Número Max. Cores  Memória mí­nima requerida na Placa de Ví­deo
     -------     -----------------  -----------------------------------------
      4 bits         16 cores                          256Kb
      8 bits        256 cores                          512Kb
     16 bits      32.384/65536 cores                   1MB
     24 bits      16 milhões de cores (pixel menor)    1MB
     32 bits      16 milhões de cores                  1MB

Lembre-se que a tabela acima leva em consideração a resolução de ví­deo de 640x480. Caso utilizar uma resolução de 800x600, 1024x768 ou superior, os requerimentos de memória de ví­deo para mostrar o número de cores da tabela acima serão maiores. Para mostrar 1024x768 - 16 milhões de cores serão necessários 2MB de memória de ví­deo, por exemplo. A resolução de 24 bits normalmente traz problemas em alguns chipsets, considere a utilização da resolução de 16 ou 32 bits.

O uso de uma resolução de ví­deo como 800x600 ou superior, também depende do monitor de ví­deo. Nem todos os monitores VGA e SVGAs do mercado suportam resoluções acima de 640x480.

OBS: Se tiver escolha, prefira placas de ví­deo independentes da placa mãe. Normalmente as placas de ví­deo on-board usam parte da memória RAM como memória de ví­deo (memória compartilhada) e isto diminui a performance de ví­deo e a performance do sistema porque se você estiver usando 2MB de memória de ví­deo, terá 2 MB a menos para executar seus programas. O preço destas placas geralmente diminui na proporção do desempenho que oferecem.

Uma boa escolha para uma melhor qualidade e maior velocidade é 16 bits. O motivo disto é que quanto maior a qualidade e a resolução, mais tempo será levado para os pixels serem atualizados no monitor. Veja abaixo como configurar o número de cores para quem esta iniciando o X-Window pelo modo texto e XDM.

Configurando o número de cores para quem inicia pelo promptEditar

Após configurar corretamente a resolução de ví­deo aceita pelo seu servidor X com dpkg-reconfigure xserver-xorg (Debian 4.0) use o comando startx -- -bpp 8 no lugar de startx. Note que estou usando 256 cores como exemplo (veja a tabela acima), se quiser usar mais cores e sua placa de ví­deo tiver memória suficiente, use 16, 24 ou 32.

Uma maneira mais prática de iniciar sempre com uma mesma resolução é incluir um alias no arquivo .bashrc em seu diretório: alias startx='startx -- -bpp 8'

Desta forma toda a vez que se digitar startx, será executado o comando da direita do sinal de igual.

OBS: Se alguma coisa der errado e a imagem aparecer distorcida ou simplesmente não aparecer, não se desespere! Pressione simultaneamente CTRL ALT Back Space, esta é a combinação de teclas finaliza imediatamente o servidor X.

Configurando o número de cores para quem inicia pelo XDMEditar

Assumindo que o seu arquivo /etc/X11/xorg.conf foi gerado corretamente, modifique o arquivo /etc/X11/xdm/Xservers e alterar o final da linha colocando -bpp resolução. Por exemplo, a última linha de meu arquivo Xservers era:


     :0 local /usr/bin/X11/X vt7

      eu a modifiquei para

     :0 local /usr/bin/X11/X vt7 -bpp 16

Pronto, basta reiniciar o servidor X (usando CTRL ALT Back Space) ou reiniciando através do arquivo /etc/init.d/xdm usando xdm restart e seu sistema passará a usar 65.000 cores de ví­deo.

OBS: Lembre-se de salvar todos os seus arquivos antes de reiniciar o servidor X, pois todos os programas que estiverem abertos no sistema serão imediatamente fechados.

Ajustando o alinhamento da imagem no X e outras configuraçõesEditar

Após você ter criado o arquivo de configuração do X com o dpkg-reconfigure xserver-xorg, é possí­vel que a configuração precise de um ajuste fino para o alinhamento correto da imagem no monitor. Muitos monitores modernos possuem teclas para esta função, mas desde que monitor esteja com sua imagem aparecendo corretamente em modo texto, o ajuste deverá ser feito no servidor X. Este ajuste é feito através do utilitário xvidtune.

Entre no modo gráfico como usuário root, abra o xterm e digite xvidtune uma tela aparecerá com um aviso sobre o uso do programa, clique em OK. Recomendo que ative o botão AUTO para que a tela vá se ajustando na medida que você mexe nos ajustes.

Para restaurar a configuração anterior, pressione o botão Restore (não faz efeito caso o botão Apply tenha sido pressionado). Clicando em Quit, você sai do xvidtune sem salvar a configuração. Quando estiver satisfeito com a sua configuração/alinhamento da imagem, clique em Apply, a configuração escolhida estará salva.