Guia dos Trouxas para Harry Potter/Livros/O Cálice de Fogo/Capítulo 22

Capítulo 22
A Tarefa InesperadaEditar

spoilerEditar

Aviso: Seguem detalhes do enredo.

SinopseEditar

Na aula de Transfiguração, a Professora McGonagall avisa que, como parte do Torneio, haverá um Baile de Inverno. Depois, ela chama Harry em separado e diz que os Campeões e seus pares tradicionalmente abrem o Baile com a primeira dança. Ignorando os protestos de Harry, McGonagall muito séria diz a ele que como um Campeão, ele representa Hogwarts, e deve encontrar um par, aprender a dançar e estar preparado para representar a escola no Baile em 25 de dezembro.

O Baile é só no próximo mês. Harry quer convidar Cho Chang, mas lhe falta confiança para convidá-la. Ele não consegue encontrar Cho sozinha; Harry fica imaginando porque as meninas andam sempre em bandos. Ron também não consegue convidar ninguém, mas fica surpreso pela dificuldade de Harry, afinal, ele é um Campeão. Logo, as meninas começam a convidar Harry para o baile, inclusive uma do quinto ano, que é muito mais alta do que ele. Harry gostaria de ter coragem para convidar Cho, e diz não a todas as outras, embora às vezes de forma um tanto grosseira com algumas delas, talvez por ter sido pego de surpresa.

Apesar de tudo isso, a vida tem sido mais agradável; há menos bottoms de “Apoie Cedric Diggory” visíveis e menos pessoas estão rindo das gracinhas repetitivas de Draco. Harry acha que Cedric pediu aos seus apoiadores para deixá-lo em paz.

A história de Rita Skeeter sobre Hagrid ainda não foi publicada. Durante a aula de Trato das Criaturas Mágicas, Hermione pergunta a Hagrid como foi a entrevista com Rita. Hagrid diz que ela só ficou perguntando por Harry, querendo saber coisas negativas sobre ele. Ron especula se ela está procurando um novo ângulo para suas histórias sobre Harry. Ron pergunta a Hagrid se ele vai ao Baile, e ele responde que pretende passar lá, pelo menos para apreciar.

A semana antes do Baile de Inverno é bastante tumultuada; muitos professores, inclusive o Professor Flitwick pararam de dar aulas, embora, o Professor Binns continue a discursar sobre as Rebeliões dos Goblins, e o Professor Snape tenha marcado um teste sobre antídotos, para o último dia de aula. Hermione repreende Harry por ter negligenciado o enigma do Ovo, mas Harry com preguiça deixa para lá, insistindo que ainda falta muito tempo. Hermione avisa que aquilo pode levar semanas para descobrir, e ele vai parece um tolo, caso seja o único Campeão que não conseguiu resolver. Os gêmeos aparecem e perguntam a Ron se podem pegar Pichitinho emprestado, Ron diz que não (a corujinha está levando uma mensagem para Sirius), depois pergunta a Fred quem ele vai levar ao Baile. Fred responde que vai com Angelina Johnson, depois lembra que ainda não a convidou e grita um convite para a menina do outro lado da Sala. Fred e George então, vão pegar uma coruja da escola.

No ultimo dia de aulas, Harry e Ron, ainda não tem quem levar ao Baile. Eles decidem trincar os dentes e fazer o que for preciso. Harry não consegue se concentrar, então perde um ingrediente crucial do antídoto – um bezoar, por isso recebe uma nota baixa. Saindo da aula, ele encontra Cho saindo de uma das salas e pede para falar em particular. Nervoso, sem jeito, pouco coerente, ele a convida para o Baile. Encabulada, ela pede desculpas, mas já aceitou o convite de Cedric Diggory. Completamente derrotado, Harry não vai jantar e volta para a Sala Comunal da Gryffindor. Lá, ele encontra Ron parecendo tão mal quanto ele. Ginny diz que Ron foi convidar Fleur Delacour, que nem sequer se dignou a responder. Harry conta a Ron que ela provavelmente queria que Cedric a convidasse, mas Cedric vai com Cho. Ron conta que Neville convidou Hermione, mas ela não aceitou. Ron sugere que se ele e Harry não conseguem convidar nenhuma menina senão as “trolls”, eles sempre podem chamar Hermione e Ginny. Hermione responde furiosa que ela não está livre e vai embora, e Ginny diz que vai com Neville, embora pareça decepcionada (porque ela não idade para ir sem convite). Harry vê Parvati Patil e Lavender Brown chegando e, agora um tanto desesperado, convida Parvati. Ela aceita. Então, ele pergunta a Lavender se ela iria com Ron, mas ela vai com Seamus. Parvati diz que sua irmã Padma ainda não tem par, e pode querer ir com Ron. Harry sente que toda essa coisa de Baile dá muito mais trabalho do que vale a pena.

AnáliseEditar

Os gêmeos estão novamente se correspondendo com alguém; parece que estão tendo muito pouco sucesso. Quando pedem para pegar Pichitinho emprestado, ele não está no Corujal, porque ainda não voltou da entrega para Sirius. O interessante é que Pichitinho levou três semanas para ir e voltar, embora Sirius esteja na Inglaterra.

Para Harry, o Baile de Inverno parece a quarta Tarefa do Tribruxo e talvez seja a mais assustadora. Como muitos adolescentes na época de namorar, os alunos de Hogwarts estão descobrindo que as relações sociais entre homens e mulheres não são apenas complicadas, mas cheias de momentos estranhos e embaraçosos, assim como rejeições dolorosas. Embora muitas garotas estejam doidas para ir com Harry ao Baile de Inverno, sua imaturidade emocional, que o faz não conseguir se adaptar à maior parte das situações sociais, o deixa distraído ou desinteressado, e de alguma forma ele é um tanto rude com as garotas. Quando ele pergunta a Lavender se ela iria com Ron, ela dá um risinho; coisa que Harry detesta e que deveria ser proibida. Ron, que é até mais imaturo socialmente do que Harry, fica feliz quando Harry encontra um par para ele, depois que sua tentativa falhou de maneira decepcionante. Quando Harry revela que Fleur tem ancestrais Veela para Ron, ele não demonstra muito interesse, provavelmente porque ainda está infeliz por ter se humilhado para ela.

Ron também invocou a ira de Hermione, depois da sugestão humilhante de que ela e Ginny poderiam ir ao Baile como pares dele e de Harry, de modo que eles pudessem evitar ir com “trolls”. Ron fica espantado ao saber que alguém convidou Hermione, e indignado com a recusa da garota de revelar quem a convidou. O leitor esperto já percebeu que há mais do que simples amizade na atitude de Ron, embora seja claro que o garoto não percebe. Notamos, de passagem, que Lavender parece ficar encantada com a tentativa de Harry de convidá-la para ser par de Ron. Embora ainda seja cedo para qualquer comentário sobre isso, pode ser que Lavender e Ron possam vir a namorar mais tarde. Um relacionamento pode estar florescendo entre Harry e Cho Chang, e embora o convite dele seja atrapalhado e nervoso, parece que ela esperava que ele a chamasse para o Baile. Cho parecia verdadeiramente embaraçada e desapontada por já ter aceitado o convite de Cedric Diggory. Harry também se sentiu desapontado, agora ele sente alguma rivalidade e ressentimento com relação à Cedric, emoções que ele não sentia antes, e que podem ajudar a aumentar a competitividade de Harry.

As falhas de Harry também estão muito visíveis aqui, embora ele ficasse desapontado quando Cho não pode aceitar o convite, suas dúvidas e sua demora ao convidá-la, é o principal motivo, o resultado é que ela aceitou o convite de Cedric, uma vez que Harry não se manifestou. Harry também mostra preguiça ao ignorar o enigma do Ovo, sempre dizendo aos outros que estava trabalhando nisso, quando nem sequer começou a tentar resolver. Quando Hermione reclama com ele por não tentar, ele se defende, dizendo que ainda tem tempo, nunca considerando que mesmo que ele consiga resolver, provavelmente há alguns preparativos a fazer.

Ginny, nesse capítulo, mostra que amadureceu bastante, não é mais a menina envergonhada, tímida e quieta, que vimos no segundo livro. Quando Ron começa, zombando de Neville por convidar Hermione para o Baile e indiretamente zomba também de Hermione, aparentemente para se sentir um pouco melhor, Ginny toma coragem para mandar que ele pare. Mais tarde, quando Hermione chega, Ginny conta a ela alto e em bom som que Harry e Ron não tiveram capacidade de convidar alguém para o Baile. Isso mostra uma confiança cada vez maior em si mesma, e muito menos medo de falar na presença de Harry. Ao contrário de Hermione, no entanto, Ginny parece muito infeliz por não ter aceitado a sugestão de Ron para ser par de Harry, ainda que fosse como a “última tentativa”. Talvez ela tenha achado que, por ter aceito o convite de Neville, ela tenha perdido a chance de ser mais para Harry do que “a irmãzinha de Ron”. Independente disso, uma Ginny mais madura e mais decidida, se mostrou claramente nesse episódio, e sua popularidade cada vez maior entre os fãs da série, parece ter começado aqui. Essa nova confiança e decisão são qualidades de uma verdadeira Gryffindor.

Ainda que num breve intervalo, devemos comentar o convite de Fred para Angelina ir com ele ao Baile de Inverno. Não podemos especular por que a autora incluiu esse episódio, exceto porque isso mostra claramente a confiança de Fred (e por extensão de George), em lidar com o sexo oposto. Muitos leitores observam que Fred e George são apenas dois anos mais velhos do que Ron, e podem achar isso surpreendente. Além do mais, Angelina, joga Quadribol com os gêmeos por, provavelmente cinco anos, então podemos compreender que é muito fácil que eles se entendam muito bem, nessa altura. Não temos idéia do porque a autora decidiu não arranjar um par para George.

Embora o Trio não pareça preocupado com a entrevista de Rita Skeeter com Hagrid, eles deveriam, talvez, ter prestado mais atenção aos “avisos” levantados por suas perguntas em especial.

Também, a pedra Bezoar já foi vista antes e será mencionada novamente. Rowling pode estar chamando a atenção dos leitores para isso, por uma razão, embora não seja importante nesse livro. Como sempre, pessoas insignificantes ou objetos simples, que são focalizados mais cedo, em geral se tornam importantes mais tarde, na série.

PerguntasEditar

RevisãoEditar

  1. Por que é tão difícil para Harry encontrar um par para o Baile de Inverno, mesmo com tantas garotas desejando ir com ele?
  2. Por que Harry esperou tanto para convidar Cho Chang?
  3. Por que Harry finalmente decidiu convidar Parvati para o Baile?
  4. Por que Ron zomba de Neville por ter convidado Hermione para o Baile?

Estudos AdicionaisEditar

  1. Por que Ginny parece infeliz depois de dizer que vai ao Baile com Neville?
  2. Como as coisas poderiam ser, caso Ginny não fosse o par de Neville?
  3. Por que Ginny enfrenta Ron? O que aconteceu para ela adquirir essa confiança?
  4. Por que Hermione não conta a ninguém quem é seu par para o Baile? Quem será o escolhido?
  5. Por que Ron não convidou Hermione para ser seu par bem mais cedo? Ron esperava que alguém, (sem ser Neville) a chamasse? Ela aceitaria o convite de Ron?

Visão CompletaEditar

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

O correspondente dos gêmeos é provavelmente Ludo Bagman, que parece que pagou, pelo menos alguns de seus débitos de jogo, com ouro de Leprechaun. No final do livro, os gêmeos vão descobrir que isso é perda de tempo, porque Ludo, perdendo outra aposta para os Goblins, foge; mas, no momento eles ainda têm a esperança de receber. Vamos vê-los tentando encostar Ludo na parede, no Baile, e Ludo fugindo deles.

A nova confiança de Ginny se deve, parcialmente à influência de Hermione. Ginny contou a ela seus sentimentos por Harry, que encorajou Ginny a ser ela mesma quando perto de Harry. Ginny está começando a por em ação o conselho de Hermione nesse capitulo, mas ainda leva um tempo para ela superar sua timidez e o nervosismo que sente, quando está perto de Harry. Uma parte do conselho de Hermione, aparentemente era parar de esperar por Harry, e embora seja muito difícil para ela cumprir completamente esse conselho, nós vemos que ela está tentando. No Baile de Inverno, por exemplo, aonde ela vai com Neville, ela vai encontrar Michael Corner, e concordar em namorar com ele. Esse relacionamento com Michael Corner, faz com que ela deixe de lado a esperança de que Harry, algum dia vai retribuir seus sentimentos. Somente então, ela vai se sentir relaxada a ponto de mostrar a verdadeira Ginny, quando está perto de Harry, assim permitindo a Harry apreciar a garota que ela é. Paradoxalmente, é então, que Ginny abandonando a esperança de ficar com Harry, vai conseguir, finalmente, ficar com ele em definitivo.

O Bezoar, que apareceu pela primeira vez no primeiro livro, e o conhecimento de Harry sobre ele, tem um significado importante no sexto livro.

ConexõesEditar

  • O Bezoar mencionado aqui, e seu papel como antídoto, foi apresentado no primeiro livro e será mencionado novamente no sexto livro, onde, primeiro dá a Harry um rápido elogio do Professor Slughorn e logo depois salva a vida de Ron.
  • Esse capitulo mostra um pouco dos relacionamentos românticos, que estão se desenvolvendo nas vidas de diversos personagens da história.
    • Para Harry, essa foi a primeira atitude que indica seu interesse por Cho Chang. Esse romance vai prosseguir durante uma parte do próximo livro.
    • Para Ginny, o fato de abandonar a esperança de Harry notá-la, no sexto livro, vai fazer com que Harry, finalmente se interesse por ela.
    • Hermione, que ainda se interessa por Ron, é esperta para usar o convite que recebeu para o Baile de Inverno, para despertar o ciúme em Ron. Isso parece ser uma tentativa inconsciente de Hermione, para saber se Ron sente alguma coisa por ela.
    • O ciúme de Ron fica claro aqui, talvez pela primeira vez, porque, o próprio Ron não parece perceber. Ron vai, depois de muitos erros, assumir um relacionamento com Hermione e até casar com ela.