Guia dos Trouxas para Harry Potter/Magic/Apagueiro

Apagueiro ou Desiluminador
  • tipo = Objeto
  • características = apaga as luzes
  • Aparece pela Primeira Vez === A Pedra Filosofal ===

Visão GeralEditar

O Apagueiro que também pode ser chamado de Desiluminador, é um pequeno objeto mágico parecido com um isqueiro. Ele captura e guarda a fonte de luz, como das luzes da rua, e pode mais tarde ser usado para restaurar as luzes no lugar original.

Descrição EstendidaEditar

SpoilerEditar

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

O Apagueiro foi usado no primeiro capítulo do primeiro livro por Albus Dumbledore para apagar as luzes da rua em volta da casa dos Dursleys, e tornar mais difícil de se ver Harry ser deixado na porta dos Dursleys. Assim que os bruxos saíram da rua dos Alfeneiros, Dumbledore abriu o apagueiro para devolver as luzes da rua ao seu normal. A autora se refere três vezes ao objeto como Put-Outer; Dumbledore não usou o nome do objeto enquanto o estava usando. Mais tarde ele foi usado no livro cinco, por Alastor Moody para escurecer Grimmauld Place, quando a Guarda Avançada estava aterrisando na praça. Olho-Tonto, novamente restaurou as luzes quando todos os bruxos já estavam dentro da casa, antes de fechar a porta da frente. A autora aqui, se refere duas vezes ao objeto como “Put-Outer”, embora nem Harry e nem Moody usem esse nome.

Novamente o apagueiro aparece nas Relíquias da Morte. Primeiro no testamento de Dumbledore, o Ministro da Magia o entrega a Ron mas o examina muito bem primeiro. Ron descobre mais tarde que, assim como ele pode remover e restaurar as luzes, ele tem a propriedade de rastrear Harry e Hermione a despeito de seus escudos mágicos. Parece que a chave é o uso do seu nome, do ponto onde eles mencionam Ron. Começando a rastrear sua conversa, ele parece transportá-lo para um local próximo; nunca ficou bem claro como ele consegue fazer isso,mas ele produz uma bola de luz, a qual em contato com o peito de Ron permite que ele aparate próximo a Harry e Hermione. Finalmente, no porão da Mansão Malfoy, Ron descobre que as luzes capturadas simplesmente flutuarão no ar caso sejam liberadas num local distante do original.

AnáliseEditar

Dumbledore, como vimos ao observar seu escritório, adora criar itens híbridos de mágicos / mecânicos. Dado ao que Moody disse que “pegou emprestado” o apagueiro de Dumbledore, podemos imaginar que é um objeto raro no mundo mágico; é possível, de fato, que seja um objeto único da invenção de Dumbledore.

PerguntasEditar

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão CompletaEditar

A magia é claro, é ligada às palavras, um encantamento não vai funcionar a menos que se faça o movimento correto da varinha e a preparação mental, a menos que as palavras chaves sejam faladas ou pensadas. Um exemplo bastante usado na série é o tabu colocado no nome de Voldemort pelo próprio, mencionado no último livro, esse feitiço alerta Voldemort, cada vez que alguém fala seu nome, quebra diversos feitiços defensivos e chama os Comensais da Morte de Voldemort até o lugar onde o nome foi falado. Claramente a habilidade de rastrear as conversas do apagueiro, é bem similar a esse tabu, seus efeitos são os mesmos só que benignos.