Guia dos Trouxas para Harry Potter/Personagens/Aragogue


Aragogue
  • sexo = Masculino
  • cabelos = pelos negros
  • olhos = branco leitoso (ele é cego)
  • família = esposa – Mosag, filhos - centenas
  • lealdade = Hagrid e nenhum outro humano.

Visão GeralEditar

Aragogue é uma Acromântula, uma aranha rara e gigantesca cujo veneno é muito usado em poções. Ele foi criado por Rubeus Hagrid e é muito leal a ele. Ele vê todos os outros humanos como presas. A primeira vez que o vemos é no livro A Câmara Secreta, capitulo 15.

Papel nos LivrosEditar

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.


A Câmara SecretaEditar

Na lembrança mostrada a Harry pelo Diário de Riddle, vemos Hagrid cuidando de uma criatura grande e peluda nas masmorras. Harry imagina que essa criatura seja o monstro da Câmara, e que Hagrid foi expulso por libertá-lo. Ron e Harry não conseguem questionar Hagrid quanto a isso, até porque ele foi preso logo que os garotos chegaram à cabana. Quando ele está saindo, avisa aos garotos para “seguir as aranhas.” As aranhas levam Ron e Harry até a Floresta Proibida, onde eles são capturados pelas crianças de Aragogue e levados até a Acromântula. Aragogue diz que nunca foi o monstro da Câmara, e nem sequer chegou perto do banheiro onde a menina foi morta pelo monstro. Ele se recusa a dar nome ao monstro, aparentemente o monstro é tão temido pelas aranhas que elas nem sequer conseguem nomeá-lo. Finalmente ele diz que não pode impedir suas crianças de comer os “amigos de Hagrid”, Harry e Ron são salvos pelo Ford Anglia mágico de Mr. Weasley, que está bastante selvagem e continua correndo pela Floresta.

O Enigma do PríncipeEditar

No inicio do livro, ficamos sabendo por Hagrid que Aragogue está muito doente. Próximo ao final ele morre e seu funeral é um evento crucial do livro. Levado pela ganância (o veneno da Acromântula é muito caro), o Professor Slughorn é levado a uma conversa longa com Hagrid regada a hidromel. Assim, Harry consegue convencer o Professor de que precisa entregar sua lembrança de Tom Riddle, que é crucial para compreender os planos de Lord Voldemort.

As Relíquias da MorteEditar

Aragogue é mencionado de passagem durante a última Batalha de Hogwarts, quando um de seus descendentes sai de um buraco na parede do Castelo. Um grande número de seus descendentes também são mencionados, aparentemente carregando Hagrid, e Lord Voldemort é mencionado tendo montado acampamento na Floresta Proibida, onde Aragogue e sua família moravam.

Pontos FortesEditar

Lealdade, e como patriarca da comunidade toda, aparentemente tem alguma habilidade, embora limitada de manter sua família obediente.

Pontos FracosEditar

Aragogue parece ter a tendência de comer tudo o que aparece; isso pode não ser uma fraqueza, mas com certeza afeta sua ligação com criaturas não aranhas. Ele tem medo de certas criaturas e o medo é tanto que não lhe permite dizer o nome.

Relacionamentos com Outros PersonagensEditar

Aragogue respeita Hagrid profundamente porque foi ele quem o criou, encontrou para ele um lar e uma esposa e o protegeu de gente como Riddle, que queria matá-lo. Ele controla sua ninhada basicamente através da força de sua personalidade, mas seu controle está ficando frágil com a idade. Ainda que ele queira falar com os “amigos de Hagrid”, ele acha que não possui a capacidade de protegê-los de seus filhotes.

AnáliseEditar

PerguntasEditar

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão CompletaEditar

No livro A Câmara Secreta, capitulo 15, descobrimos que Voldemort, ou Tom Riddle, como era conhecido, culpou Hagrid e Aragogue por um assassinato que eles não cometeram. No livro O Enigma do Príncipe, capitulo 22, através da morte de Aragogue e do sofrimento de Hagrid, Harry conseguiu a parte vital da informação para lutar contra Voldemort. Esse pode ser outro exemplo do amor de J.K. Rowling pela harmonia. O fato de Aragogue não conseguir dizer o nome do Basilisco, podia ser uma pista para o tipo de monstro que habita a Câmara, mas nem foi necessário porque Hermione já havia determinado a natureza do monstro. Ela descobriu através de outras pistas, e só mesmo o fato de ter sido petrificada a impediu de revelar isso. Foi revelado que o monstro matou uma menina no banheiro, e Harry junta as peças para chegar a conclusão de que foi a Murta Que Geme, e que a provável entrada para a Câmara está no banheiro dela.